Diretrizes

  1. Formar profissionais, detentores de habilidades e competências necessárias ao pleno desempenho do Licenciado Pleno em Geografia, isto é, de profissionais que: a) dominem os fundamentos filosóficos, teórico-metodológicos e conceituais da Geografia; b) que apliquem as diferentes formas de abordagens das relações entre sociedade e natureza; e c) que compreendam e expliquem os fenômenos geográficos e suas diferentes formas de organização e distribuição no tempo e no espaço;
  2. Formar licenciados plenos em Geografia, detentores de habilidades e competências necessárias ao ensino da Geografia enquanto uma disciplina escolar. Busca-se, neste sentido, formar um profissional com capacidade técnico-científica e política necessária tanto à transposição didática, quanto à contextualização político-cultural dos conteúdos geográficos, isto é, formar um profissional que além dos conhecimentos “puramente” geográficos, possui domínio de conhecimentos relacionados à prática do ensino tais como os aspectos sócio-psicológicos da aprendizagem, didáticos, metodológicos e práticos;
  3. Formar profissionais licenciados com habilidades e competências necessárias à elaboração de projetos de pesquisa no ensino e da prática de ensino da geografia escolar. Trata-se de formar profissionais a partir da perspectiva de pedagogia de projetos, para que sejam capazes de orientar a prática pedagógica na geografia;
  4. Formar profissionais que dominem os procedimentos teórico-metodológicos e técnico-operativos necessários ao manuseio das ferramentas existentes no rol da pesquisa em Geografia – como a análise, interpretação e representação cartográfica dos processos sociais e físico-territoriais com base nos fundamentos filosóficos, teóricos e metodológicos da Geografia e nos conceitos da Geografia.