Educação Inclusiva 2ª Parte: 1º Debate de Educação Inclusiva para PCD

Com o tema Construção de Identidade, Exercício da Cidadania e Dignidade Humana, o 1º Debate Universitário em Educação Inclusiva para Pessoas com Deficiência marcou o município do Oiapoque.

Palestras sobre Seguridade Social para a Pessoa com Deficiência, Abordagem Policial para Pessoa com Deficiência, o Ensino de Libras no Oiapoque e a APAE Oiapoque: sua História e suas Ações, abrilhantaram o evento.

Agradecemos imensamente ao Juiz Dr. Fábio Gurgel (aos servidores Daniele Calandrini, Wilton Caluf e Dominique Santos TJAP), à Sabrina Mendonça (INSS), ao Ten. Márcio Gomes e à SD. Paula (12º Batalhão PMAP), à Profa. Rosana Trindade (SEED), ao Prof. Antônio Rangel (APAE), aos acadêmicos da UNIFAP e IFAP, aos servidores da UNIFAP e IFAP, as comunidade tradicionais do Oiapoque e a população em geral, que tanto apoiou a construção de momento inesquecível.

Na oportunidade, foi apresentada ao Presidente da Câmara Municipal do Oiapoque, José Nazareno, o projeto de Lei de iniciativa popular que Estabelecerá normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, no Município de Oiapoque.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949 e da Professora Me. Evelanne Samara Alves da Silva.

Educação Inclusiva 1ª Parte: Visita Técnica ao Ministério Público no Oiapoque

Os acadêmicos de História puderam conhecer a sede e o funcionamento do Ministério Público no Oiapoque. A visita que foi guiada por membros da Instituição e orientada pelo o Prof. Dr. Dinaldo Barbosa, foi revestida de interações por parte dos alunos.

Os técnicos do MP destacaram que a Instituição está de portas abertas para representar os direitos difusos e apoiar a sociedade nas causas essenciais para a construção da cidadania plena.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

Nota de Pesar

O colegiado de História do Campus Binacional vem externar o profundo pesar pelo falecimento do fraterno professor Arnaldo Ballarini do Campus Binacional do Oiapoque.

Sua trajetória, além de Médico Veterinário com reconhecido talento, com indiscutível mérito, Ballarini foi Professor de inquestionável conhecimento, generosidade e de reconhecimento internacional da Comunidade Guianense.

Associamos o nosso pesar à família Unifapiana, aos seus familiares, amigos, colegas e alunos, lastimando o adeus prematuro do nosso: E aí Meu!!!!

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

ATTESTATION DINALDO et BALLERINI

Educação, Inclusão e Fronteira: Assembleia dos Povos Indígenas

Representando o Colegiado de História do Campus Binacional, a Professora Evelanne Alves participou da XXVII Assembleia de Avaliação dos Povos Indígenas do Oiapoque.

Tal ação, ocorreu durante os dias 21 à 25 de março na Aldeia Kumarumã no território indígena Uaça. Os principais pontos postos em discussão foram a avalição e planejamento das ações de Educação, Saúde, Cultura e Energia das Comunidades Indígenas do Oiapoque no ano de 2018 com vistas no ano de 2019.

Segundo a Professora Evelanne, a presença da UNIFAP foi de suma importância pois destaca o papel da Universidade no que tange uma Educação para a Inclusão, Cidadã e de Dignidade Humana”.

O Colegiado de História parabeniza a ação da Professora Evelanne, bem como, apoia todas as ações que valorizem a Identidade, o Exercício da Cidadania e os Direitos Humanos.

 

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949 e da Professora Me. Evelanne Samara Alves da Silva.

 

 

Educação para Inclusão: O Ensino de Braille

A disciplina Educação Inclusiva de Pessoas com Deficiência, ministrada pelo o Professor Dr. Dinaldo Barbosa foi prestigiada através de uma palestra sobre O Ensino de Braille, por um dos maiores revisores de Braille da região norte do País, o Professor Agerdânio Andrade de Souza que é atualmente Revisor de Texto Braille, Transcritor e Ledor Braille (Curso do INEP, 2017). O mesmo tem experiência na área de Química, com ênfase no Desenvolvimento de Material didático de Estruturas Orgânicas para Alunos Deficientes Visuais (Trabalhos de destaque: Inclusão Escolar de Deficientes Físicos: Estudo de Caso de Pessoas com Osteogênese Imperfeita; Adaptação da Tabela Periódica em Braille: Uma Nova Perspectiva do Ensino de Química). A palestra contou também com a presença do Coordenador do Curso de História Jonathan Viana, do Professor do Curso de Direito Alexandre Marcondys e dos acadêmicos de História das Turmas 2015.2 e 2018.2.

Essa atividade é uma prévia do evento intitulado 1º Debate Universitário de Educação para a Inclusão de Pessoas com Deficiência que será realizado no dia 11/03/2019, 10h, no auditório do Fórum de Oiapoque.

Com o Tema Construção de Identidade, Exercício da Cidadania e Dignidade Humana, o 1º Debate objetiva inserir o município do Oiapoque nas principais discussões do país no que se refere ao “Ajuste da sociedade Oiapoquense de forma a torná-la acolhedora e responsiva às necessidades de todos e de cada um dos cidadãos”, destaca o Professor Dinaldo Barbosa.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

 

 

Indignação.

O Colegiado de História vem registrar sua indignação quanto à agressão ocorrida com a profª Márcia Gomes no dia 11 de novembro do corrente ano que culminou com a fratura femural da referida docente em plena luz do dia provocada por uma desconhecida. Os professores Dinaldo Barbosa e Luiz Gustavo ressaltam que estão muito insatisfeitos com a falta de segurança nas ruas do município e registram sua transtornação com a violência gratuita cada vez mais natural no país. Até às 18h00 do dia 12 de novembro,  a professora ainda aguardava remoção para Macapá para receber procedimentos cirúrgicos.

Reunião ordinária colegiada de História.

O brioso colegiado de História  reuniu-se em clima fraterno no dia 08 de novembro para sua última reunião ordinária de 2018. Estavam presentes os representantes discentes Graciliano, Elinaldo, Elinelma e os professores mestres Alexandre Amaral, Evelanne, Luiz Gustavo; a doutora Márcia Gomes e o coordenador do curso, profº Espec. Jonathan Viana, onde foram tratados assunto do interesse do colegiado como a previsão da oferta das disciplinas 2018.1 além de outras questões de interesse de acadêmicos e dos decentes presentes.

20181108_092055[1]

Reunião com a reitoria.

20181105_123808[1]No dia 05 de novembro de 2018 os professores Mestre Luiz Gustavo e Doutor Dinaldo Barbosa foram recebidos pela reitor Júlio Sá e pela vice-reitora, professora Nazaré, pelo período matutino em reunião na qual os docentes expuseram em nome do colegiado de História os problemas de suas atividades laborais em Oiapoque bem como o sério problema de demanda e evasão que o curso vem sofrendo. Outras questões de relevância sobre as dificuldades materiais que o curso vem passando desde 2014 foram apresentadas. A reitoria se mostrou sensível e já ciente das questões levantadas se prontificando a dar solução aos problemas explanados.

Palestra “As Fortificações do Amapá Colonial: Contexto e Historiografia.

No dia 06 de novembro de 2018 o professor mestre Luiz Gustavo da Silva Costa, ministrou na sala D3, bloco B do Campus Binacional a palestra intitulada “As Fortificações do Amapá Colonial: Contexto e Historiografia”. Na ocasião estiveram presentes a profª Drª Márcia Gomes (vice-coordenador do curso de História) e o prof. Espec. Jontahan Viana (Coordenador do curso de História e mediador da palestra) além dos alunos das 04 turmas do curso de História bem como de outros cursos do campus e do IFAP/Oiapoque. Gostaríamos de agradecer aos presentes e à comissão organizadora pelo sucesso do evento. O professor Jonathan elogiou e evento e sua organização dando ênfase a importância da pesquisa acadêmica bem como sua extensão ao público acadêmico.

IMG-20181107-WA0013[1]

IMG-20181107-WA0021[1]

IMG-20181107-WA0026[1]

IMG-20181107-WA0028[2]

IMG-20181107-WA0010[1]

IMG-20181106-WA0073[1]

Convite para palestra.

O Colegiado de História do campus Binacional convida à comunidade acadêmica a participar da palestra intitulada “As Fortificações do Amapá Colonial – Contexto e Historiografia”, ministrada pelo profº. Me. Luiz Gustavo da Silva Costa. O intermediador será o prof. Jonathan Vianna, coordenador do curso de História e aluno do Mestrado em Fronteira da Unifap.
Local: Sala D3 bloco D do campus Binacional.
Data: 06 de novembro de 2018.
Hora: 19h00.

Temas abordados:
• Ocupação europeia no Amapá colonial.
• Fortificações europeias na Amazônia.
• Historiografia das fortificações.
Informações:
proflg@oi.com.br
(96) 991139503.
Inscrições gratuitas com direito a certificado.