RETIFICAÇÃO I EDITAL 001/2018 – PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSA MONITORIA CAMPUS BINACIONAL – UNIFAP

Onde se lê:
Art. 5º Para participar da seleção do Programa Bolsa Monitoria o interessado deverá atender os seguintes requisitos:
I – Estar matriculado e cursando regularmente o curso para o qual foi disponibilizada a vaga da monitoria;
II – Ter ou estar cursando a disciplina, objeto da monitoria;
III – Apresentar coeficiente de rendimento comprovadamente satisfatório, com média total igual ou superior a 7,0 (sete) pontos;
IV – Ter disponibilidade de 20 (vinte) horas semanais para desenvolver as atividades de monitoria determinadas pelo docente-orientador.
V – Não receber qualquer outra bolsa concedida pela UNIFAP ou órgão de fomento;
VI – Não possuir vínculo empregatício.
Leia-se:
I – Estar matriculado e cursando regularmente o curso para o qual foi disponibilizada a vaga da monitoria;
II – Ter ou estar cursando a disciplina, objeto da monitoria;
III – Apresentar coeficiente de rendimento comprovadamente satisfatório, com média total igual ou superior a 7,0 (sete) pontos;
IV – Ter disponibilidade de 20 (vinte) horas semanais para desenvolver as atividades de monitoria determinadas pelo docente-orientador. Nos casos de Monitoria Voluntária ter disponibilidade de 10 (dez) horas semanais para desenvolver as atividades de monitoria;
V – Não receber qualquer outra bolsa concedida pela UNIFAP ou órgão de fomento;
VI – Não possuir vínculo empregatício.
Onde se lê:
Art. 12 A Prova Dissertativa terá a duração de 03 (três) horas, no dia 28 de agosto de 2018, em local oportunamente divulgado, com início previsto às 14:00 h.
§ 5º O sorteio do tema será único, e o número sorteado servirá para todas as disciplinas.
Leia-se:
Art. 12 A Prova Dissertativa terá a duração de 03 (três) horas, no dia 28 de agosto de 2018, em local oportunamente divulgado, com início previsto às 14:00 h.
§ 5º Será realizado um sorteio de tema para cada disciplina.

Oiapoque, 31 de julho de 2018.

 

 

Jessica de Sousa Meneses
Coordenadora de Graduação – Substituta
Portaria 1124/2018

EDITAL 001/2018 – PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSA MONITORIA CAMPUS BINACIONAL – UNIFAP

A Coordenação de Graduação do Campus Binacional, nos termos do disposto nos artigos 211 a 214 do Regimento Interno da UNIFAP, da Resolução CONSU n. 028, de 13.10.1994, e das demais normas institucionais aplicáveis, após deliberação e aprovação pela Comissão de Seleção, torna público o presente Edital e convoca todos os discentes interessados dos cursos de graduação deste campus, a participar do Processo de Seleção de Bolsa Monitoria.

EDITAL N.º 0012018 – PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSA MONITORIA CAMPUS BINACIONAL – UNIFAP

ANEXO IV_BANCA EXAMINADORA

Exames médicos periódicos dos servidores do Campus Binacional

Prezados servidores,

Considerando a Portaria Normativa Nº 04/2009, da Secretaria de Recursos Humanos do MPOG, que estabelece a normatização referente aos exames médicos periódicos dos servidores dos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal – SIPEC. Nela pode-se ler:

Art. 1º Os órgãos e entidades do SIPEC deverão observar, para a realização dos exames periódicos dos servidores públicos federais ativos, os procedimentos estabelecidos nesta Portaria e, independentemente de adesão a planos de saúde, deverão abranger:

I – todos os servidores ativos regidos pela Lei nº 8.112, de 12 de dezembro de 1990;

II – os servidores nomeados exclusivamente para o exercício de cargo em comissão; e

III – os empregados públicos anistiados que retornaram à Administração Pública Federal, lotados em órgãos ou entidades da Administração direta, suas autarquias e fundações.

Informamos que os servidores lotados no Campus Binacional, técnicos e docentes, deverão comparecer à COGEP, no anexo administrativo do Campus BR, para emissão de guia para realização dos referidos exames.

O laboratório credenciado é R. B. Santos – Análises Clínicas e Citologia, localizado na Avenida Nair Guaracy, nº 256 – CENTRO de Oiapoque/AP, próximo ao restaurante Comideria.

Ressaltamos a importância da realização de tais exames mediante a apresentação da guia de autorização, expedida pela COGEP.

Atenciosamente,

ISAN DA COSTA OLIVEIRA JUNIOR
CHEFE – TITULAR
Matrícula: 2120236

 

Asscom Campus Binacional de Oiapoque

Segue Anexo: Exames Médicos Periodicos dos Servidores

CONVOCATÓRIA COLÓQUIO INTERNACIONAL

Circulação, fronteiras e cidades nas Guianas
7 – 9 de novembro de 2018, Universidad de Guayana Francesa, Cayena
1. Convocatória de Comunicações Após os trabalhos realizados por pesquisadores e profissionais nas últimas décadas, iniciativas recentes estão renovando a reflexão sobre as mudanças nas fronteiras da Guiana Francesa, tanto na escala da Guiana Francesa quanto do Escudo Guianense (Blancodini P., 2010 ; Morel, Letniowska-Swiat, 2012 ; AUDeG, 2013 ; CAUE de Guyane, 2014 ; Carlin et al., 2014 ; Collomb & Mam Lam Fouk, 2016). Se a análise das fronteiras se concentrou durante muito tempo em seus interesses geopolíticos depois de numerosas disputas fronteiriças, incluindo a “ disputa” entre França e Brasil
(Vidal de La Blache, 1901 ; Granger, 2011 ; Théry, 2015 ; Ferretti, 2014 ; Lézy, 2000) ou entre a Venezuela e a Guiana (de Vilhena Silva, 2017), os enfoques contemporâneos já não reduzem as fronteiras apenas a seu status de limite entre as entidades territoriais.
Podemos dizer que as fronteiras das Guianas, em particular as fluviais, têm um “alargador” (Agier, 2013) que as permite ser compreendidas como espaços de intercâmbio, margens ativas e geradoras de evoluções urbanas.
As áreas fronteiriças, que rotineiramente se estendem até postos fronteiriços internos, constituem áreas em transformação, onde interagem as estruturas socioespaciais antigas e as dinâmicas recentes do povoamento e desenvolvimento (das Chagas Martins et al., 2016). O objetivo desta conferência será questionar as transformações destes espaços fronteiriços desde a Amazônia até o Orinoco. A atenção se concentrará nos problemas das interações entre a circulação, as margens e as cidades nas Guianas, analisando estes três eixos:
▪ Circulação e mobilidade
▪ Fronteiras e Margens
▪ Setores econômicos e dinâmicas urbanas
Asscom Campus Binacional de Oiapoque
0

SISU 2018: Unifap realiza primeira chamada pública da segunda edição no dia 13 de julho

O Departamento de Registro e Controle Acadêmico (Derca), da Universidade Federal do Amapá (Unifap), realiza no dia 13 de julho de 2018 a primeira chamada pública para habilitação e matrícula dos candidatos em lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – Segunda Edição de 2018. Os candidatos selecionados nos cursos de graduação do campus Santana devem comparecer com os documentos listados no edital de convocação ao prédio do Derca, situado no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP), às 9h do dia 13. Já os candidatos do campus Binacional do Oiapoque devem apresentar-se na sede do campus em dois horários: às 9h para os selecionados nas graduações de Ciências Biológicas, Direito, Geografia e Letras – Português/Francês; e às 15h para os convocados dos cursos de Enfermagem, História e Pedagogia.

A chamada pública objetiva preencher as vagas não ocupadas por candidatos aprovados e classificados na chamada regular do Sisu 2018 – Segunda Edição. Serão ofertadas 75 vagas para o campus Santana, sendo 25 para Filosofia, 25 para Letras – Português e 25 vagas para Pedagogia. Para o campus Binacional, serão 25 vagas para Ciências Biológicas, 25 para Direito, 25 para Geografia, 17 para Letras – Português/Francês, 15 para Enfermagem, 25 para História e 25 vagas para Pedagogia.

Todos os candidatos selecionados deverão apresentar originais e fotocópias dos documentos relacionados no edital de convocação. O candidato deverá, ainda, trazer um classificador transparente com elástico e uma foto 3×4. Os candidatos que optaram em concorrer através das modalidades de reserva de vagas (sistemas de cotas) deverão apresentar, ainda, na habilitação da matrícula, documentos comprobatórios listados no edital de convocação.

Para a Chamada Pública serão convocados os candidatos a partir do último selecionado na Chamada Regular do Sisu – Segunda Edição, objetivando o preenchimento total do número de vagas remanescentes. A matrícula obedecerá à ordem de classificação dos candidatos, por curso e modalidade/sistema de cotas, de acordo com o quantitativo de vagas disponíveis.

O edital de convocação completo e seus anexos podem ser conferidos no site da Unifap.


0

I Congresso Nacional de Direito do Trabalho no Extremo Norte.

1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE DO EVENTO

O evento: I Congresso Nacional de Direito do Trabalho no Extremo Norte, conta com a organização da Universidade Federal do Amapá – UNIFAP e do Tribunal Regional do Trabalho da 8º Região, a ser realizado nos dias 29, 30 e 31 de agosto de 2018, em Oiapoque, propõe como temática central os desafios contemporâneos na vertente do Direito do Trabalho, abordando os seguintes tópicos:

1º) Olhar crítico sobre a exposição de motivos da Reforma Trabalhista – Lei 13.467/2017;

2ª) Críticas à Reforma Trabalhista a partir dos princípios do Direito do Trabalho;

3º) Reforma Trabalhista: principais mudanças no Direito Processual;

4º) Desestruturação e Desregulamentação no mercado de trabalho;

2. PÚBLICO ALVO

O evento destina-se a alunos de graduação e de pós graduação das Instituições de Ensino Superior em Direito e áreas afins, professores, pesquisadores, especialistas e demais interessados nos temas.

3. INSCRIÇÕES NO EVENTO

3.1. A inscrição é obrigatória para a submissão de trabalhos bem como para participar como ouvinte.

3.2. As inscrições serão realizadas no campus BR (Coordenação do Curso de Direito), nos dias: 27 e 28 de agosto, no horário de 08:00h às 12:00 e das 14:00 às 18:00h.

3.3. A inscrição é totalmente gratuita.

3.4. A organização não realizará reembolso de pagamentos efetuados ou transferência para terceiros de importância paga pela inscrição.

4. CERTIFICADOS

4.1. Terão direito ao certificado de participação no evento todos os ouvintes devidamente inscritos, que obtiverem a frequência mínima de 75%.

4.2.  Caberá a todos os inscritos registrar diariamente sua frequência nos pontos indicados para tal finalidade.

4.3. Os certificados referentes ao congresso, serão enviados por e-mail, a partir do dia 30 de setembro.

5. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

5.1. Os trabalhos submetidos serão excluídos da publicação, caso seja verificada (antes, durante ou após o evento) a não observância das disposições contidas no presente Edital.

5.2. A organização não se responsabilizará por eventuais falhas de tecnologia decorrentes de conexões com a internet ou congestionamento de dados ocasionados por número excessivo de acessos simultâneos nos últimos dias válidos para a submissão de trabalhos.

5.3. É de total responsabilidade dos autores a adequação às regras estipuladas neste Edital, bem como o acompanhamento das notificações da organização do evento, disponibilizadas via site sobre programação, datas, horários e locais.

5.4. Alterações nas datas podem ser realizadas na sequência e publicadas por este site.

5.5.  Todas as comunicações, pedidos, requerimentos referentes ao evento, bem como ao presente edital, deverão ser realizadas exclusivamente pelo e-mail: congressodt2018@gmail.com.

LINK MODELO DE SUBMISSÃO

Oiapoque, 06 de junho de 2018.

Comissão Organizadora

CINDI VERIDIANA DE ALMEIDA TELES (UNIFAP)

PRYSCYLLA ABRAÃO MONASSA DE ALMEIDA (UNIFAP)

OTÁVIO LUÍS SIQUEIRO COUTO (UNIFAP)

ALEXANDRE MARCONDYS RIBEIRO (UNIFAP)

JOSÉ CALDEIRA GEMAQUE NETO (UNIFAP)

ALICE APARECIDA AKEGAWA (UNIFAP)