0

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT 2018

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2018

 snct

O EVENTO

 

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) foi estabelecida pelo Decreto de 9 de junho de 2004. Ela é realizada sempre no mês de outubro sob a coordenação do MCTIC, por meio da Coordenação Geral de Popularização e Divulgação da Ciência (CGPC/SEPED) e conta com a colaboração de secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil.

A SNCT tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o país. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema. O período oficial da 15ª SNCT vai de 15 a 21 de outubro de 2018.

Na Universidade do Estado do Amapá, a SNCT ocorrerá nos dias 16 a 19 de outubro de 2018. A programação inclui: palestras, mesas-redondas, seminários, oficinas e minicursos. Os eventos serão ministrados por docentes e acadêmicos da UEAP e UNIFAP.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Além da programação geral da SNCT 2018, o evento terá em conjunto o VII CONGRESSO AMAPAENSE DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEAP, UNIFAP E IEPA e a II MOSTRA CIENTÍFICA, CULTURAL E ARTÍSTICA DO PARFOR.

 

INSCRIÇÕES

 

O período de inscrições será de 01/10 a 10/10/2018, por meio do site http://snct.ueap.edu.br.

 

CONTATO

Email: propesp@ueap.edu.br

0

UNIFAP APROVA A TOTALIDADE DAS PROPOSTAS DE PROCAD AMAZONIA E PVNS AMAZONIA, SUBMETIDAS À CAPES

Entre os dias 20 e 21 de setembro, a CAPES divulgou as propostas de PROCAD e PVNS submetidas pelas IES da Região Norte. Em meados do primeiro semestre de 2018 foram publicados editais, pela CAPES, cuja origem tem vinculação com um Grupo de Trabalho composto por Reitores do Norte e representantes do Órgão de fomento, para fortalecimento e consolidação da Pós-graduação na Região Norte, a fim de reduzir as assimetrias regionais.

Os editais publicados foram o Programa Nacional de Cooperação Acadêmica na Amazônia – PROCAD AMAZONIA e Programa de Professor Visitante Nacional Sênior – PVNS. A Universidade Federal do Amapá participou com cinco propostas como proponente, por meio dos Programas de Pós-graduação em Educação, Ciências Ambientais, Ciências Farmacêuticas, Desenvolvimento Regional e Ciências da Saúde, e aprovou todas as cooperações interinstitucionais.

No âmbito do PVNS o edital autorizava a participação das Instituições com até quatro bolsas de Professor Visitante e a UNIFAP também aprovou todas as propostas enviadas. Os Bolsistas contemplados foram na área da Saúde, Educação, Planejamento Urbano e Meio Ambiente. De acordo com a Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Profa Helena Simões, “este resultado finaliza um período de gestão da pró-reitoria que contou com a participação ativa dos professores da pós-graduação stricto sensu da UNIFAP. Espera-se que a curto e longo prazos tanto o PROCAD quanto o PVNS possam alavancar o conceito dos cursos de mestrado da nossa Universidade para abertura dos doutorados”.

0

Prodoutoral na UNIFAP

O Prodoutoral se caracteriza por favorecer docentes afastados para qualificação doutoral e apoia a mobilidade dos bolsistas das IFES de origem para as IES de destino durante o tempo de duração da capacitação. Cada docente recebe da CAPES o subsídio da bolsa e auxilio-moradia.

O Programa é realizado de forma compartilhada entre a Capes e as instituições participantes por meio do planejamento, cujas bases são descritas no Plano Institucional de Formação de Quadros Docentes (Planfor), instrumento comum a todas as IFES de origem participantes e por meio de editais publicados pelas IES. A UNIFAP foi contemplada com 10 bolsas Prodoutoral em 2014 e já atendeu 20 professores nos últimos 3 anos, conforme tabela em anexo.

BOLSA ATIVAS PRODOUTORAL

BOLSA ENCERRADAS PRODOUTORAL

 

0

PROPESPG e PROCRI realizam Encontro de Orientação para Prestação de Contas dos editais de auxílio pesquisador e mobilidade

WhatsApp Image 2018-02-26 at 11.25.08

No dia 29 de janeiro de 2018 a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Pró-Reitoria de Relações Interinstitucionais reuniram-se com docentes pesquisadores da UNIFAP, juntamente  com o Departamento Financeiro e a Auditoria Interna para a apresentação da Resolução 007/2017 Auxílio Pesquisador.

Nesta oportunidade os docentes puderam realizar questionamentos e sanar dúvidas para aperfeiçoar o processo de prestação de contas.

Essa iniciativa faz parte das estratégias de Gestão de Riscos das Pró-Reitorias cuja a finalidade é minimizar/extinguir pendencias nas prestações de contas.

  WhatsApp Image 2018-02-26 at 11.25.09 (1)

WhatsApp Image 2018-02-26 at 11.25.09

0

PROPESPG apoiou pesquisadores da UNIFAP em publicação de artigos científicos

No ano de 2016, a PROPESPG publicou o edital 024 , Programa Institucional de Apoio a Publicação – PROPUBLIC, que apoia em forma de ressarcimento, professores que publicaram artigos qualificados em revistas nacional e internacionalmente reconhecidas. O valor destinado ao apoio foi de 30 mil reais, e o edital possuía inscrição com fluxo continuo. O edital apoiou ao longe de 2016, 2017 e 2018 nove docentes, conforme a planilha em anexo.

Na lista abaixo seguem os docentes pesquisadores e os valores repassados originários do PROPUBLIC. 

ATUALIZAÇÃO: RESULTADO PROPUBLIC

0

REUNIÃO UNIFAP/UFPA AVANÇA PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DOS PROFESSORES

IMG-20171219-WA0021

          A Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UNIFAP, participou no último dia 14 de dezembro, na Universidade Federal do Pará – UFPA, de reunião com Vice-Reitor, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação e Diretora de Pós-Graduação, juntamente com coordenadores de vários Programas de Pós-Graduação,  para tratar de reserva de vagas em doutorados daquela Instituição de Ensino. As tratativas avançaram de forma favorável e a UFPA aceitou participar deste grande projeto de qualificação dos docentes da UNIFAP.

IMG-20171219-WA0019

0

Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação participa do VIII Fórum de Reitores da Região Norte

A Pró-Reitora da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Helena Simões, e a Reitora, Eliane Superti, participaram terça (14) e quarta-feira (15) do VII Fórum de Reitores das Instituições Federais de Ensino da Região Norte, espaço permanente de debates, reflexões e ações com vistas ao fortalecimento das Instituições Federais de Ensino Superior. A cerimônia de abertura foi realizada na manhã desta terça-feira, 14, no Gabinete da Reitoria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), professor Emmanuel Zagury Tourinho, ressaltou que o Fórum é um espaço de planejamento para novas conquistas. “Quero parabenizar o Fórum, que tem feito um trabalho muito importante. Essas reuniões orientam para que consigamos vencer o quadro de assimetrias em que se encontra na Educação Superior em nosso país. Que tenhamos mais avanços, a partir das propostas apresentadas neste encontro”, disse ele.

O presidente do Fórum de Reitores das Instituições Federais de Ensino da Região Norte e da regional Norte da Andifes, professor Jefferson Fernandes do Nascimento, destacou que, a cada edição, o Fórum se fortalece como espaço de articulação em benefício da Educação Superior. “A cada edição, nosso Fórum se consolida como espaço de diálogo e, principalmente, de articulação da Região Amazônica em favor da ciência, da Educação Superior. Que a Região Norte possa se unir para mais conquistas”, declarou ele.

Desafios da Pós-Graduação na Região Norte

Após os discursos, teve início a Mesa Redonda “Desafios da Pós-graduação na Região Norte”, a qual foi mediada pela reitora Eliane Superti. A programação contou com apresentações do presidente substituto da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), professor Geraldo Nunes Sobrinho, e do professor Renato Francês, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Durante sua explanação, o professor Geraldo Nunes Sobrinho fez uma avaliação positiva do diálogo entre a Capes e o Fórum de Reitores da Região Norte. “A Capes diz presente, aliás, sempre esteve e sempre estará presente. Temos construído agendas conjuntas e obtido resultados concretos como, por exemplo, a equalização de bolsas de doutorado para a Região Norte, que estavam em número diferenciado em relação ao restante do Brasil e também  propostas concretas de cursos de pós-graduação em rede, nas áreas de Educação e Saúde. Essa ação do Fórum junto com a Capes pode provocar uma profunda modificação na maneira como vemos a construção da pós-graduação em regiões consideradas menos favorecidas”, ressaltou.

Já o professor Renato Francês, da Unifesspa, apresentou os resultados da Carta de Rio Branco. No documento, elaborado no Fórum anterior, em agosto de 2016, constam solicitações como a revisão de regras para doutorados e mestrados interinstitucionais; a revisão de regras dos Aplicativos de Propostas de Cursos Novos e Programas Nacionais de Cooperação Acadêmica (PROCAD) específicos para a Amazônia. “Precisamos combater as assimetrias que foram construídas ao longo da História em nosso país e só atuando coletivamente, conseguiremos impedir que elas se perpetuem”, observou ele.

Os pronunciamentos dos demais participantes do Fórum foram acerca da utilização novas metodologias para promover melhor articulação dos reitores da Região Norte; uma nova política para a pós-graduação e críticas ao sistema avaliativo da Capes.

Orçamento para 2018

Durante a tarde, os reitores discutiram, entre outros temas, sobre o orçamento a ser repassado para as instituições para o próximo ano. Um dos pontos abordados foi o aumento no repasse às universidades da Região Norte por meio da Capes em resposta à demanda apresentada pelo Fórum, na qual se reivindicava tratamento diferenciado para a Região em razão de suas especificidades. “Isso mostra que o Fórum tem uma importância de articulação política para incentivar, induzir decisões que possam trazer benefícios para a região e para as instituições dela”, afirmou o presidente do Fórum de Reitores.

A proposta trabalha com o financiamento induzido, especifico para região e para as instituições ligadas ao Fórum, via edital, com financiamento para 2018 e 2019. “Cada instituição terá benefícios na medida em que participará de três grandes programas de pós-graduação em rede nas áreas de ciências da saúde, ciências ambientais e engenharias”, adiantou.

“Isso para nós foi muito positivo. Resultado concreto do Fórum na medida em que a Capes demonstra sensibilidade às demandas apresentadas das universidades amazônicas que têm realidades específicas. Penso que o Fórum, enquanto porta voz das demandas e anseios das universidades da Região Norte, está cumprindo o seu papel”, declarou o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga.

Na avaliação do presidente da Andifes, professor Emmanuel Zagury Tourinho, a edição de 2017 do Fórum de Reitores foi bastante proveitosa na busca por propostas de melhorias para as instituições integrantes.  “Penso que tivemos uma reunião bastante produtiva com muitos encaminhamentos que no médio e longo prazo trarão muitos resultados positivos para a nossas instituições. Conseguimos aqui já um resultado muito bom em ternos políticas da Capes para o avanço do apoio financeiro aos programas de pós-graduação da região e definimos como um ponto prioritário para o trabalho ao longo do próximo ano a negociação continuada com a Capes, agora, tratando mais especificamente da avaliação das propostas de cursos novos para que tenhamos condições de expandir o sistema mais rapidamente”, expôs o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA) ao agradecer a recepção da UFAM. “Fomos muito bem acolhidos aqui e isso favoreceu para que tivéssemos um ambiente muito propicio a esse dialogo produtivo”, comentou.

Eleição da nova Direção do Fórum

À tarde também houve a eleição para a presidência e vice-presidência do Fórum, o professor Jefferson Fernandes do Nascimento foi reconduzido ao cargo, enquanto o professor Marcel do Nascimento Botelho foi eleito vice-presidente do órgão.

 

Texto: Ascom UFAM (Com adaptações)

0

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESTADO DO AMAPÁ

Logo_MULTIP

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT – foi estabelecida pelo Decreto de 9 de Junho de 2004. Ela é realizada sempre no mês de outubro sob a coordenação do MCTIC, por meio da Coordenação-Geral de Popularização e Divulgação da Ciência (CGPC/SEPED) e conta com a colaboração de secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. A SNCT tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o País. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema. O período oficial da 14ª SNCT vai de 23 a 29 de outubro de 2017.

“A Matemática está em tudo” é o tema escolhido para a 14ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). A escolha baseia-se no fato de que a Olimpíada Internacional de Matemática e o Congresso Internacional de Matemáticos acontecem pela primeira vez no Brasil. Juntos, eles formam o Biênio da Matemática 2017-2018 e reforçam a SNCT 2017.

No Estado do Amapá, a Universidade Federal do Amapá – UNIFAP, em parceria com a Universidade do Estado do Amapá – UEAP, com o Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá – IEPA, com a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Amapá -  SETEC e outras instituições realizam entre os dias 23 a 27 de Outubro de 2017 a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNTC integrada à:

  •  1ª Feira de Orientação Vocacional – I FOV
  • Ao 6º Congresso Amapaense de Iniciação Científica da UEAP, UNIFAP e IEPA
  • Ao Dia C da Ciência
  • E ao I Seminário de Projetos de Pesquisa e Extensão em andamento do Campus Binacional de Oiapoque: Ciência e Ações Comunitárias na Fronteira

 

Segue abaixo a programação Oficial

 

PROGRAMAÇÃO UNIFAP MARCO ZERO

PROGRAMAÇÃO UNIFAP OIAPOQUE

PROGRAMAÇÃO UNIFAP SANTANA

ABERTURA DO DIA C DA CIÊNCIA

VI CONGRESSO DE IC – 2017

I FEIRA DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL