0

Concurso de Fotografia

cfotos2

Concurso de Fotografia da Biodiversidade do Estado do Amapa 
O concurso procura a busca valorativa da fotografia enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora ao prazer de captar e fixar imagens.
O concurso é aberto a todos interessados na divulgação de suas fotografias.

Mais infos: http://nucleonepa.wix.com/seminario2015

0

http://nucleonepa.wix.com/seminario2015

 

APRESENTACÃO

A situação de declínio no rendimento das pescarias no mundo e seu impacto sobre o sistema como um todo intensificaram as análises e discussões críticas dos fundamentos teóricos da ciência pesqueira e de aquicultura. Diante disso, os estudiosos da área perceberam que nos estudos deveriam ser levados em consideração fatores biológicos e ecológicos, como a interação entre as diversas populações, incluindo a humana, e delas com o resto do ecossistema, já que a dinâmica da comunidade é de importância direta para o manejo pesqueiro.

É fato que a redução dos estoques pesqueiros no mundo e demais efeitos deletérios sobre a ictiofauna e outros recursos pesqueiros não tem como única causa a pesca, mas sim uma série de eventos, onde situações de degradação do ambiente marinho litorâneo e da plataforma continental, bem como a degradação nos ecossistemas aquáticos epicontinetais, como desmatamento, destruição de nascentes, poluição, assoreamento e represamento de rios figuram como causas coadjuvantes e, em certos casos, como a principal causa na diminuição dos estoques pesqueiros naturais e declínio da saúde do ambiente.

A orientação internacional da investigação da pesca e aquicultura determina que esta atividade deva ser integrada e alicerçada em princípios elementares de resiliência ecológica, focalizando não apenas a atividade pesqueira, mas as populações dos recursos pesqueiros totais, as condições humanas que se utilizam de alguma forma do recurso pesqueiro, a qualidade das águas e das áreas de terra drenadas por ela, bem como o ecossistema como um todo na qual a pesca se desenvolve.

De acordo com Guterres (2006), a abordagem agroecológica propõe mudanças profundas nos sistemas e nas formas de produção agrícola. Na base dessa mudança está a filosofia de se produzir de acordo com as leis e as dinâmicas que regem os ecossistemas – uma produção com (e não contra) a natureza. Atualmente entende-se que esta filosofia está ampliada às demais secções produtivas, como pecuária, pesca e aquicultura. Em essência, o princípio Ecológico implícito à esta filosofia, que propõe novas formas de apropriação dos recursos naturais devem se materializar em estratégias e tecnologias condizentes com a resiliência de cada compartimento do ecossistema a ser utilizado.

O presente Seminário visa dar visibilidade á filosofia de produção ecológica, ou agroecológica na agricultura, ecológica ou resiliente na pecuária, pesca, aquicultura e demais formas de produção de alimentos, buscando levar o conhecimento e a reflexão ao público em geral, às autoridades competentes do setor e á academia, através de palestras, cursos e debates em mesa redonda. Esperamos que este primeiro evento seja profícuo em difundir e levar à consciencitazação os seus participantes nas práticas dos princípio da Agroecologia.

Coordenador – Prof. Dr Julio Sá de Oliveira

Site do Seminario: nucleonepa.wix.com/seminario2015