0

Nota de pesar: prof. Guilherme Jarbas Barbosa de Santana

NOTA DE PESAR

Guilherme Jarbas Barbosa de Santana

No dia 6 de junho de 2020, após 78 anos de uma existência plena de grandes realizações e conquistas, o prof. Guilherme Jarbas Barbosa de Santana deixou o palco da vida e, assim como outros personagens, entrou definitivamente para a História. À parte a paráfrase, Guilherme sabia exatamente o valor e a importância que tivera em diversos ramos profissionais no Amapá. Inquieto e incansável, nosso estimado colega e amigo era verdadeiramente apaixonado pelo conhecimento e não se acanhava frente aos desafios: do jornalismo à advocacia, da radiodifusão à sala de aula, deixou sua marca e pioneirismo em tudo o que fez.

Em qualquer evento social ou acadêmico, Guilherme se destacava não somente pelo relato de suas diversas experiências e feitos, mas pelo entusiasmo de sua fala, a lucidez de suas análises e a inabalável combatividade de quem jamais se acomodou diante do que considerava errado ou injusto. Mesmo aposentado (compulsoriamente por idade, importante lembrar), ele olhava adiante, para o que ainda precisava ser feito, e instigava-nos a fazer o mesmo.

Como professor da Universidade Federal do Amapá, Guilherme Jarbas formou gerações de profissionais da área de História, alguns dos quais retornaram à UNIFAP como professores e tiveram a honrosa satisfação de trabalhar ao lado do grande mestre, além de tantos outros ex-alunos que hoje atuam em diferentes instituições de ensino e pesquisa. Nos últimos anos, orgulhava-se de ver os cursos que coordenou por mais de uma década, e aos quais dedicou boa parte da vida, se expandirem formando seus próprios mestres pós-graduados, não obstante as dificuldades da atual conjuntura. Haveremos de fazer muito mais, em sua memória.

Não há palavras que expressem o profundo pesar e angústia pelo falecimento de nosso amado colega, insubstituível amigo e irretocável profissional. Como indivíduo sua chama se apagou. Felizmente, as luzes espalhadas pela sua extraordinária vida, inigualável gentileza e inabalável alegria espalharam-se imperscrutavelmente e jamais se extinguirão. Guilherme Jarbas Barbosa de Santana viverá não somente em nossos corações e lembranças, mas em tudo o que representam e tudo o que realizarem os cursos de História da UNIFAP, uma das suas maiores e mais importantes marcas deixadas no mundo. Adeus, mestre, adeus grande amigo. Nosso respeito e nossa gratidão por tudo!

0

Suspensão do cronograma de seleção de bolsas CAPES do PPGH Edital N. 1/2020

Informamos a todos os interessados que a seleção de bolsas CAPES do PPGH que se realizaria entre os dias 9 e 23 de março de 2020 está temporariamente suspensa, até que as atividades acadêmicas e burocráticas na Unifap estejam plenamente restabelecidas. 

Atenciosamente,

Adalberto Paz

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História | Portaria N. 2154/2018

0

Início das aulas PPGH 2020.1

Informamos que as aulas se iniciarão conforme cronograma abaixo:

 

  • Seminário de Linha de Pesquisa em História Social do Trabalho: A partir do dia 14 de fevereiro

 

  • Teoria e Metodologia da História: a partir de 20 de fevereiro

 

  • Seminário de Linha de Pesquisa em Poder, Memórias e Representações: a partir do dia 20 de fevereiro

 

  • Estado, poder e sociedade: a partir de 16 de março
0

Período de matrícula 2020.1

Os alunos ingressantes da turma 2020 deverão efetuar suas matrículas nas disciplinas do semestre 2020.1 no período de 06 a 10 de fevereiro, através do SIGAA. As disciplinas são as seguintes:

  • Teoria e Metodologia da História (90h) – Prof. Dr. Sidney Lobato e Prof. Dr. Andrius Noronha (quinta-feira à tarde) – Obrigatória para todos os ingressantes
  • Seminário de Linha de Pesquisa em História Social do Trabalho (90h) – Prof. Dr. Adalberto Paz e Profa. Dra. Lara de Castro (sexta-feira à tarde) – Obrigatória somente para os ingressantes aprovados na linha História Social do Trabalho
  • Seminário de Linha de Pesquisa em Poder, Memórias e Representações (90h) – Prof. Dr. Marcos Vinicius de Freitas Reis (quinta-feira de manhã) – Obrigatória somente para os ingressantes aprovados na linha Poder, Memórias e Representações