SEMP promove a campanha 16 Dias de Ativismo

SEMP promove a campanha 16 Dias de Ativismo

A programação teve início dia 25 de novembro e segue até o dia 10 de dezembro.

A Secretaria Extraordinária de Políticas para as mulheres (SEMP) do Estado do Amapá está organizando a campanha dos 16 Dias de Ativismo, que ocorre mundialmente e busca conscientizar a sociedade sobre os diversos tipos de agressões cometidas contra mulheres e meninas. A ação visa também sugerir medidas de prevenção e combate à violência, além de ampliar espaços de debate com a população em geral. 

Criada pela Deputada Estadual Marília Góes, a Lei nº 2.245, de 21 de novembro de 2017, instituiu a Campanha Estadual 16 dias de ativismo Pelo fim da violência contra as mulheres. O governo do Amapá, através da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SEPM) e seus núcleos: CAMUF, CRAM e Núcleo AMA LBTI, promoveu uma ampla programação no estado.

Confira a programação abaixo:

  • 20/11 (9h00 às 12h00) — Abertura dos 16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulheres e meninas — Lançamento da Campanha pelas redes sociais;
  • 22/11 (às 16h00) — Coquetel com os integrantes da Rede de Atendimento à Mulher (RAM). Local: Museu Sacaca;
  • 23/11 (às 15h00) — Encontro com as mães da diversidade – Coordenação Núcleo AMA LGBT. Local: Praça Floriano Peixoto;
  • 23/11 (15h00 às 18h00) — WORKSHOP – Mulher de negócios – Formação para empreendedoras. Local: UEAP;
  • 24/11 (às 15h00) — Ação para acolhidas do Centro de Referência em atendimento à mulher de Porto Grande. Local: CRAM – Porto Grande;
  • 25/11 (a partir das 9h00) — Ação Estadual – Dia D – Dia laranja de mobilização, prevenção e combate pelo fim da violência contra mulheres e meninas. Locais: Órgãos da Rede de atendimento à mulher (RAM);
  • 25/11 (14h00 às 18h00) — Ação na comunidade da Capadócia – Centro de Referência em atendimento à mulher. CRAM – Macapá. Local: Vila Capadócia;
  • 25/11 (16h00 às 18h00) — Ação no Macapaba – Centro de Referencia em atendimento à mulher e à família. CAMUF – Macapá. Local: Escola Estadual Antônio Muniz Lopes;
  • 01/12 (a partir das 9h00) — Atendimento e acolhimento às mulheres atendidas pelo CRAM Mazagão e mulheres com medidas protetivas em parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) – Vara Única da Comarca de Mazagão. – CRAM Mazagão;
  • 02/12 (às 9h00) — Lançamento da Pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira com a presença da Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves;
  • 03/12 (a partir das 8h00) — CAMUF Santana: Ação Camuf na comunidade – Atendimento e acolhimento na ilha de Santana;
  • 03/12 (às 16h00) — Feira Popular – Mulheres Fortes. Local: Beira Rio;
  • 06/12 (8h00 às 12h00) — Seminário – Descontrair para combater a violência de Gênero e o papel da Escola (Presença do poeta, escritor, músico, e arte-educador, Tião Simpatia, autor da Lei Maria da Penha em cordel, membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Local: Sebrae;
  • 06/12 (5h00 às 17h00) — Dia do Laço Branco – Dia Nacional de Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres. Bate papo com os agentes da segurança pública do Amapá. Local: Sebrae;
  • 10/12 (às 17h00) — Encontro com os servidores da Secretaria Extraordinária de Políticas para mulheres (SEPM). 

A mobilização será executada simultaneamente em todo o estado, em cooperação com a Organismos de Políticas para Mulheres (OPM), entidades, sociedade civil e órgãos da Rede de Atendimento à Mulher (RAM). O objetivo é unir forças para enfrentar a violência contra as mulheres e garantir seus direitos.

No Brasil, a mobilização é anual e está sendo realizada no período de 20 de novembro a 10 de dezembro. No Amapá, a programação teve início dia 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra às Mulheres, e encerra-se dia 10 de dezembro, dia Internacional dos Direitos Humanos.

 

Colaboração de texto: Zenaide Castelo (Estagiária de Extensão do Escritório Modelo/Rádio e TV UNIFAP, 2021)


ATENÇÃO – As informações, as fotos, imagens e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: Escritório Modelo/Rádio e TV UNIFAP, 2021.

 

 

 Acesse as Redes Sociais Oficias da TV e Rádio UNIFAP:  
·         Facebook: https://www.facebook.com/96.9fm 
·         Instagram: https://www.instagram.com/radiounifapoficial/
·         WebRádio: https://estacao.radio.br/radiounifap96/webapp/