Monthly Archives: julho 2013

  • 0

Reitor Tavares recebe medalha da ANF como reconhecimento à colaboração às ciências

Category : Notícia

O reitor da Universidade Federal do Amapá (Unifap), José Carlos Tavares, recebeu na última quinta-feira (25), Sheraton WTC, em São Paulo, a medalha comemorativa como reconhecimento científico à colaboração às ciências. O evento foi parte da comemoração aos 76 anos de fundação da Academia Nacional de Farmácia, ANF.  A solenidade contou com a presença de autoridades e representantes de entidades farmacêuticas.

O presidente dr. Lauro Moretto enfatizou que o objetivo da ANF é a busca incessante e obstinada pela pesquisa de novos medicamentos, além de estimular os jovens e aqueles que estão na carreira a crescerem, com o foco no ensino. “Somos a única entidade do segmento farmacêutico que cuida dos aspectos científicos da profissão. Nos preocupamos exclusivamente com a ciência”. Dr. Lauro ressaltou também que somente ingressam na Academia aqueles que têm trabalhos publicados.

A assinatura de um termo de compromisso entre a ANF e a USPharmacopeial, representada pelo americano Roger Williams, ratificou o compromisso mútuo de difusão dos conhecimentos das ciências farmacêuticas. Dra. Raquel Rizzi, vice-presidente do CRF-SP, representou a entidade. Durante a cerimônia algumas personalidades receberam uma medalha comemorativa como reconhecimento científico à colaboração às ciências. São eles:

  • Ademir Valério da Silva, presidente da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag)
  • Caio Romero Cavalcanti, presidente emérito da Academia Nacional de Farmácia (ANF)
  • Dirceu Barbano, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)
  • Emiko Fukuda, diretora técnica do Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde (CVS-SP)
  • Marilice Souza, presidente da União Farmacêutica de São Paulo (Unifar)
  • Gerson Antônio Pianetti, diretor da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • João Paulo Silva Vieira, diretor da Academia Nacional de Farmácia (ANF)
  • José Carlos Tavares Carvalho, reitor da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)
  • Marcio Antônio da Fonseca e Silva, diretor da Academia Nacional de Farmácia (ANF)
  • Mateus Mandu de Souza, diretor da Academia Nacional de Farmácia (ANF)
  • Paulo José Teixeira, presidente do Sindicato dos Farmacêuticos (Sinfar)
  • Paulo Roberto Miele, diretor das Faculdades Oswaldo Cruz
  • Radif Domingos, ex-diretor da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Terezinha de Jesus Andreoli Pinto, diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas Da Usp.
  • Soraya Soubhi Samili, reitora da Universidade Federal de São Paulo
  • Suely Vilela, ex-reitora da Universidade de São Paulo

Ao final da cerimônia, dr. Lauro Moretto convidou a todos a participarem do V Congresso da Associação Ibero-americana das Academias de Farmácia, que acontece de 6 a 8 de outubro, dentro do XVII Congresso Paulista de Farmacêuticos, no Transamerica Expocenter, na capital. Saiba mais: www.crfsp.org.br/congresso.

História

A Academia Nacional de Farmácia (ANF) foi criada em 13 de agosto de 1937 e congrega em seu quadro associativo farmacêuticos, médicos, odontologistas e cientistas de várias áreas do conhecimento, muitos dos quais consagrados em livros, prêmios, nomes de institutos, em placas de ruas e outras distinções. Com relação ao ingresso na Academia, o profissional candidato deverá possuir, no mínimo, 15 anos de formado e jubilado nas profissões de Farmácia, Medicina e/ou Odontologia, apresentar memória ou trabalho inédito de lavra própria.

Fonte:

http://www.unifap.br/?postagem=5028


  • 0

Como utilizar a plataforma e-learning Moodle

Category : Notícia

A plataforma Moodle

Plataforma Moodle – Descrição geral

  • O Moodle é uma plataforma de e-Learning de código aberto (open-source) para gestão da formação e de conteúdos formativos. É uma plataforma modular a que podem ser adicionados novos blocos e funcionalidades desenvolvidas pela comunidade ‘open-source’ ou por terceiros.

Moodle – Principais funcionalidades

Com a plataforma Moodle é possível:

  • Criar cursos ou disciplinas com variados conteúdos formativos e atividades;
  • Criar formandos e organizá-los em grupos;
  • Criar fóruns de discussão;
  • Definir tutores e professores para monitorar os cursos criados;
  • Monitorar os acessos dos utilizadores à plataforma e às diferentes atividades;
  • Registrar as notas e o desempenho dos formandos.

Plataforma Moodle – Características

  • Controlo eficaz dos acessos à plataforma
  • Moodle – Tipos de utilizadores:

A plataforma Moodle considera essencialmente três tipos de utilizadores: os professores ou tutores, os alunos e os administradores.

  • Os professores

Os professores ou tutores podem fazer qualquer coisa dentro de uma disciplina, incluindo alteração das actividades e avaliação dos alunos.

  • Os alunos

Podem aceder aos conteúdos dos cursos em que se encontram inscritos. Podem escrever em alguns fóruns e responder a actividades solicitadas durante o curso.

  • Os administradores

Além das funcionalidade disponíveis a alunos e a professores, os administradores podem executar todo o trabalho de administração da plataforma, nomeadamente, alterar o aspecto do site, inscrever diferentes tipos de utilizadores, definir as suas permissões, etc.

  • Moodle – Formas de acesso aos conteúdos

Os utilizadores da plataforma Moodle possuem essencialmente três formas de acesso aos conteúdos, sendo que para cada um dos cursos é possível configurar um dos seguintes tipos de acesso:

  • acesso livre para qualquer visitante que aceda à plataforma;
  • apenas para utilizadores que possuam o código de acesso para esse curso;
  • para os utilizadores que se identifiquem correctamente através de um nome de utilizador e uma palavra-passe.

Moodle – Formas de inscrição/autenticação de utilizadores

Podem também ser definidas várias formas de registo (autenticação) dos utilizadores e da sua inscrição nos cursos, de que se podem destacar:

  • Processo manual realizado pelo administrador ou através da leitura de dados de login de um ficheiro.

  • Processo automático realizado pelo próprio visitante da plataforma Moodle;.
  • A autenticação dum utilizador (nome e password) pode também ser feita automaticamente duma tabela duma base de dados externa. Podem depois ser copiados para a base de dados da plataforma.
  • Moodle – Possibilidades de customização
  • São inúmeras as possibilidades de customização do Moodle.
  • Alterar a funcionalidade da plataforma
  • Alterar o layout do site, incluindo ou removendo módulos da plataforma ou removendo, editando ou adicionando blocos HTML.
  • Alterar a aparência da plataforma

É possível alterar os esquemas de cores, os ícones, as formatações e as imagens de todas as páginas da plataforma.

  • Parametrizar a inscrição de utilizadores
  • Parametrizar a forma de acesso dos utilizadores à plataforma.

Moodle – Criação e edição de conteúdos

Além de funcionar como um LMS que permite controlar o acesso dos utilizadores aos conteúdos, a plataforma Moodle funciona também como um LCMS (Learning Content Management System) ao permitir criar e editar os conteúdos disponibilizados na plataforma.

Cada um dos cursos ou disciplinas do Moodle podem ser calendarizados semanalmente, organizados como um conjunto de temas ou compactados num ficheiro em formato SCORM.

Actividades e recursos disponíveis

Cada um dos cursos do Moodle pode ser constituído por actividades e recursos de que destacamos as principais:

  • Trabalho – é uma activdade do Moodle que atribui tarefas on-line ou off-line;  Os alunos podem entregar as suas tarefas num ficheiro de qualquer formato.
  • Chat – é uma activdade do Moodle que permite a comunicação em tempo real.
  • Referendo – é uma activdade do Moodle onde os professores podem criar uma pergunta e um número de opções para obterem a opinião dos alunos.
  • Diálogo – é uma activdade do Moodle que permite uma comunicação assíncrona privada entre o professor e um aluno ou entre os alunos.
  • Fórum – é uma activdade do Moodle que permite diálogos assíncronos do grupo sobre um determinado tema.  A participação em fóruns pode ser uma parte integral da experiência de aprendizagem, ajudando os alunos a esclarecer e desenvolver a sua compreensão de um tema.
  • Lição – é uma activdade do Moodle que permite criar e gerir um conjunto de “páginas ligadas”.  Cada página pode terminar com uma pergunta. Consoante a resposta do aluno, este pode progredir na lição ou voltar atrás.  No final existe uma qualificação.
  • Glossário – é uma activdade do Moodle que permite criar uma compilação dos termos mais usados numa disciplina.  Existem várias opções de representação, incluindo em lista, enciclopédia, FAQ, dicionário e outras.
  • Questionário – é uma activdade do Moodle que permite criar questionários incluindo perguntas de verdadeiro ou falso, escolha múltipla, respostas curtas, associação, perguntas aleatórias, numéricas, inseridas no texto e onde todas elas podem conter gráficos.
  • Inquérito – é uma activdade do Moodle que ajuda a criar cursos mais eficazes oferecendo uma variedade de inquéritos (COLLES, ATTLS).
  • Os Recursos servem  para incluir conteúdos num curso.  Podem ser: texto sem formato, ficheiros, Links, Wiki ou HTML (Moodle tem os editores incorporados) ou ainda uma referencia bibliográfica.

Para mais informações, queira visitar uma das nossas páginas em baixo:

Instalação e configuração de plataformas de e-learning

Pretendo testar uma plataforma de e-learning

Como fazer o desenvolvimento ou conversão de cursos

 

Fonte:

http://www.sfm.pt/moodle/plataforma-moodle.php


  • 0

Educação a distância ganha aliado tecnológico fora da internet

Category : Notícia

As plataformas de ensino a distância podem ganhar novo impulso por meio de uma tecnologia que acaba de entrar no mercado. Batizada de MyClass, a novidade pode ser resumida numa junção do conceito de Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) com a possibilidade de ensino remoto a alunos sem acesso à internet. Isso será possível através de uma plataforma criada para tablets que receberão arquivos de mídia pela rede local wi-fi da universidade – que, por sua vez, receberá o material didático por conexão via satélite. A partir daí os alunos poderão estudar e fazer atividades em casa sem a necessidade de conexão à web.

Na prática, a cada ida à sala de aula o Tablet H2P MyClass vai sincronizar com uma base de dados os objetos de aprendizagem da semana, que são as atividades a serem feitas em casa. O aluno, então, mesmo sem internet, poderá assistir a aulas, esclarecer dúvidas e fazer os exercícios. Tudo será salvo no dispositivo, descarregado na ida seguinte à universidade e encaminhado aos professores e tutores. Nas unidades de ensino que já têm uma plataforma de ensino a distância, tal como o Moodle, é feita uma integração entre as plataformas.

Outra característica do sistema operacional é que o aluno só vai conseguiu usar os recursos do tablet para atividades extracurso, como navegar na internet e entrar em redes sociais, caso esteja em dia com as atividades escolares. O dispositivo também gera um relatório das atividades realizadas, permite que o tablet seja acessado apenas pelo aluno e tem um esquema de segurança contra furtos. “O tablet tem um algoritmo de reconhecimento facial que tira foto do usuário para inibir esse tipo de ação. Caso o tablet seja utilizado por outra pessoa, o IP da máquina é rastreado e, se tiver GPS, será localizado”, explica o presidente da ip.tv, grupo líder no desenvolvimento e integração de soluções digitais em educação, Eduardo Giraldez.

A primeira instituição a testar o Myclass será a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que assina nesta terça-feira, 25, um convênio com a ip.tv. A partir do convênio a UFMA receberá 120 tablets para criar um protótipo de ensino a distância via MyClass, a ser adotada no segundo semestre de 2013 por cerca de 3 mil alunos. “Temos um problema que é o difícil acesso à internet no interior. A tecnologia também traz a vantagem de ser mais lúdica e sustentável, pois se diminui os gastos com material didático, que, além de às vezes chegar atrasado, é estático”, diz o diretor de Ensino a Distância da UFMA, Othon Bastos Filho.

Nesse primeiro momento do projeto piloto, 50 tablets serão distribuídos para um grupo de professores que será capacitado para construir objetos de aprendizagem para tablets. Outros 50 ficarão com estudantes, que vão experimentar como se movimentar no ambiente MyClass. Os 20 restantes ficarão com o Núcleo de Educação a Distância que vai desenvolver a estratégia pedagógica e o calendário de adoção do projeto. “Os professores precisam utilizar novas tecnologias e nós estamos investindo para quebrar a resistência que ainda existe.”

A expectativa é de que, em até dois anos, cerca de 1 milhão de estudantes utilizem o novo modelo de tablets com a tecnologia MyClass, nascida de uma parceria entre a ip.tv e a H-Buster, uma das maiores no ramo de eletroeletrônicos. Os tablets, que rodam com Android 4.0, tem 520 megabytes de memória e preço base de R$ 499. O custo varia de acordo com o tamanho da encomenda e a configuração dos aparelhos.

Fonte:

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,educacao-a-distancia-ganha-aliado-tecnologico-fora-da-internet,935248,0.htm


  • 0

Inscrições abertas para tutor do Curso de Administração Pública

Category : Notícia

logomarca do curso

Serão ofertadas diversas vagas para tutores, sendo 02 (dois) para tutores na modalidade presencial nos polos de Macapá e Santana e 10 (dez) para tutores por disciplina na modalidade à distância e o dobro destas vagas para suplentes (reserva técnica). As tabelas a seguir apresentam o número de vagas disponíveis para o Polo/Disciplina, e as disciplinas que serão ofertadas para os próximos semestres, as quais o tutor desenvolverá suas atividades. As vagas serão preenchidas conforme o enquadramento da titulação mínima dos candidatos requerida para cada disciplina respeitada a ordem de classificação dos candidatos.

Das atribuições e responsabilidades

  • Acompanhar e monitorar os alunos diariamente;
  • Participar de reuniões com as coordenações (coordenação de curso, coordenação de tutoria); e de reuniões com os professores das disciplinas;
  • Ter acesso rápido e contínuo à internet e às ferramentas tecnológicas da informação e da comunicação, promovendo a ampliação da interatividade nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA);
  • Disponibilidade para a interação mediada com os alunos, atendendo às consultas dos mesmos, conforme modelo de tutoria estabelecido;
  • Orientar os alunos a respeito da utilização dos recursos para a aprendizagem, tais como: textos, material didático disponível no ambiente, vídeos, atividades práticas de pesquisa bibliográfica, entre outros;
  • Observar os critérios éticos que permitam estabelecer uma comunicação eficaz com os alunos e com os demais colegas de trabalho, a fim de estimular a criação de um ambiente que favoreça o processo de aprendizagem de todos;
  • Esclarecer as dúvidas dos alunos, podendo recorrer ao Coordenador de Tutoria ou Professor da disciplina, quando julgar necessário;
  • Os tutores corrigirão todas as atividades enviadas por meio do ambiente virtual de aprendizagem, e auxiliarão na correção de exercícios, de trabalhos e de provas escritas, caso isso seja solicitado pelo Professor da disciplina;
  • Os tutores terão como responsabilidade acompanhar o desempenho dos alunos, buscando incentivá-los no desenvolvimento dos fóruns e das tarefas, visando a interagir com eles por meio do ambiente virtual de aprendizagem;
  • Mediar à comunicação de conteúdos entre o professor e os cursistas;
  • Acompanhar as atividades discentes, conforme o cronograma do curso;
  • Apoiar o professor da disciplina no desenvolvimento das atividades docentes;
  • Manter regularidade de acesso ao AVA e dar retorno às solicitações do cursistas no prazo máximo de 24 horas;
  • Estabelecer contato permanente com os alunos e mediar às atividades discentes, além de executar o atendimento aos alunos no ambiente virtual de aprendizagem, na plataforma moodle (on-line);
  • Colaborar com a coordenação do curso na avaliação dos estudantes;
  • Participar das atividades de capacitação e atualização promovidas pela Instituição de Ensino;
  • Participar do processo de planejamento junto aos Professores e a Coordenação do Curso;
  • Elaborar relatórios mensais de acompanhamento dos alunos e encaminhar à coordenação de tutoria.

Das Inscrições

Período da inscrição: de 22 a 30 de Julho de 2013;

As inscrições são gratuitas, e serão realizadas via internet, na página da EaD http://www2.unifap.br/ead no período acima descrito.

Em campo próprio do sistema de inscrição on-line, o candidato deverá informar a(s) sua(s) titulação(ões) e a ordem de preferência das disciplinas em que pretende atuar.

O candidato deverá preencher a ficha de inscrição (formulário Online), e anexar neste: Curriculum Vitae ou Currículo Lattes, e uma carta de intenção, mostrando os motivos e/ou razões pelas quais deseja atuar como tutor/a.

O formato dos arquivos do Curriculum Vitae ou Currículo Lattes e da carta de

intenção devem ser em ‟DOC”, “DOCX” ou “PDF”, com tamanho máximo de 05Mb cada;

Após o preenchimento do formulário online, uma mensagem de confirmação da inscrição será enviada imediatamente ao seu endereço de email cadastrado.

Ao preencher o formulário, o candidato concorda e toma ciência que:

  • Os dados informados neste formulário são verdadeiros;
  • A   inexatidão   ou   irregularidade   destas    afirmativas,   ainda   que   verificadas posteriormente, ocasionará a minha eliminação;
  • Estou sujeito às implicações do artigo 299 do Código Penal se constatado Falsidade Ideológica;
  • A EaD/UNIFAP não se responsabiliza por solicitações de inscrição não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados;
  • O descumprimento das instruções para realização da inscrição via Internet implicará a sua não efetivação.

A inscrição, no presente processo seletivo implica o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste edital, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento, em hipótese alguma;

A listagem das inscrições deferidas, serão divulgadas no dia 31 de julho de 2013, no site http://www.unifap.br, e na página da EaD http://www2.unifap.br/ead.

Mais informações consulte edital disponível em:

http://www2.unifap.br/ead/editais/em-andamento/administracao-publica/

 

 


  • 0

Conheça onze sites gratuitos para aprender idiomas sem sair de casa

Category : Notícia

  • COLINGO (www.colingo.com) – O site é ideal para quem quer aprender inglês com americanos nativos. As aulas acontecem através do Hangout, videoconferência do Google, que ajuda a praticar a fala e compreensão auditiva. Para quem não tiver um microfone, for tímido ou quiser apenas ouvir, é possível ainda assistir a transmissão ao vivo das aulas ou acompanhá-las depois pelo YouTube. Para acessar a plataforma é preciso ter cadastro no Facebook e as aulas acontecem por meio de convites dos administradores. Na foto, pôr-do-sol a partir de um pier de Hoboken.
  • BUSSU (www.busuu.com) – No site, as pessoas podem criar o próprio perfil ou fazer o login via Facebook. É possível aprender até 12 idiomas como alemão, francês, espanhol. São 18 milhões de pessoas cadastradas na plataforma. Há recursos como vocabulários, diálogos, gravador de voz, podcasts e revisão. O acesso à conta básica é gratuito e o novo usuário tem à disposição sete dias para usar os serviços premium, depois disso, o premium passa a ser pago.
  • FORVO (www.forvo.com) – É considerado um dos maiores guias de pronúncias do mundo. A plataforma é perfeita para quem tem curiosidade de saber como se pronuncia uma determinada palavra. Além disso, pode ajudar outros usuários gravando pronúncias de seu próprio idioma. Há diferentes línguas como russo e tártaro (língua falada por mais de 5 milhões de pessoas na República do Tartaristão, na Rússia). Há 300 mil pessoas cadastradas e na plataforma é possível ainda saber quantos usuários estão online.
  • WEBLÍNGUAS (www.weblinguas.com.br) – Neste site brasileiro, os usuários podem aprender até quatro línguas diferentes: português, inglês, espanhol e francês. Na plataforma, é possível estudar a partir de textos que trabalham situações do cotidiano como o café da manhã, a hora almoço, uma hospedagem no hotel, entre outras. Além disso, os estudantes podem aprender como pronunciar as palavras, realizar testes e acompanhar o rendimento de suas aulas.
  • TV5 MONDE (www.tv5.org/TV5Site/enseigner-apprendre-francais/accueil_apprendre.php) – A página da TV5 Monde tem aulas, testes, vídeos, quizzes e espaço para interação. Além de ter dicionário da língua francesa, o site é rico em exercicíos com expressões idiomáticas e questões gramaticais. Seu único problema é não ter versão em português, o usuário tem que ter conhecimentos básicos do francês.
  • YOUR LANGUAGE EXCHANCE – (www.mylanguageexchange.com) – Este site permite que estudantes se conectem diretamente com outros usuários nativos para aprender um novo idioma. O diferencial desta plataforma é que reúne outros recursos como dicionários, planos de aulas e recursos em áudio. Há também jogo de palavras em cada língua, para que os estudantes aprendam expressões formando palavras. São cerca de 1 milhão de membros cadastrados em 133 países, falantes de 115 línguas distintas.
  • THE MIXXER (www.language-exchanges.org) – Esta plataforma também conecta estudantes com usuários de outras partes do mundo. Nele, a interação acontece via Skype e o objetivo é que se tornem tanto alunos quanto professores de sua própria língua. Para acessar à conta, é preciso criar um perfil simples, marcar o idioma de origem e selecionar a língua que quer aprender e ter a sorte de encontrar alguém online querendo conversar.
  • MEMRISE (www.memrise.com) – A plataforma é voltada a pessoas que já têm algum conhecimento em um determinado idioma e querem ampliar o vocabulário. São 220 línguas disponíveis. É também considerada ideal para os professores que querem desenvolver, a longo prazo, a aprendizagem de seus alunos, pois o site oferece recursos em que os alunos podem aprender o idioma, por exemplo, a partir da cultura geral com imagens ou músicas de um país específico. O estudante também pode acompanhar o rendimento dos cursos que realiza.
  • MY HAPPY PLANET (www.myhappyplanet.com) – Esta também é outra opção que conecta estudantes de uma língua com seus nativos. Os usuários precisam criar uma conta, selecionar seu idioma e escolher o país em que pretende encontrar um nativo para aprender uma nova língua. Eles têm acesso a chats, vídeos e exercícios.
  • BBC LANGUAGES (www.bbc.co.uk/languages) – A plataforma oferece uma área exclusiva com inúmeros recursos como vídeos, áudios, textos, vocabulário, pronunciação, gramática e testes. É possível aprender até 40 línguas como os tradicionais inglês e espanhol até mesmo polonês.
  • ITALKI (www.italki.com) – Dá para aprender uma língua estrangeira ou melhorar seus conhecimentos de um idioma com o auxílio de um tutor, que pode ser de qualquer país – você é quem escolhe o perfil mais adequado.

Fonte:

www.educacao.uol.com.br


  • 0

Capes divulga edital em parceria com a Sanofi para estágio pós-doutoral

Category : Notícia

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou nesta quinta-feira, 11, o edital nº 45/2013, que seleciona bolsistas para estágio no nível de pós-doutorado voltado para a inovação tecnológica na área de pesquisa e desenvolvimento de medicamentos sintéticos e biológicos. O edital atende a demanda relativa ao déficit do conhecimento do país nesta área, com base na Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Plano Brasil Maior).

O Programa Estágio Pós-Doutoral Sanofi 2013 integra o Ciência sem Fronteiras e cobre os seguintes temas de pesquisa/estágio: Toxicologia Pré-Clínica (Toxicidade Sistêmica em Geral); Estudos Cinéticos e fatores preditivos de toxicidade (regulação cardiovascular em primatas não humanos; projeto de preceptoria incorporando absorção, distribuição, metabolismo e eliminação – ADME/DMPK); Toxicologia Genética; Farmocogenética; Nefrotoxicidade (micro RNA com biomarcador); Neurotoxicidade; e Farmacodinâmica/Toxidinâmica (Provas Conceituais).

Os candidatos que cumprirem os requisitos descritos no edital podem se inscrever de 16 de julho a 26 de agosto. Após análise das candidaturas, o resultado será divulgado até 10 de setembro e as atividades no exterior terão início a partir de outubro deste ano. Os selecionados receberão bolsa de 12 meses, renovável por até mais 12 meses, auxílio seguro-saúde, auxílio instalação e auxílio deslocamento.

Fonte:

http://www.capes.gov.br/


  • 0

Inscrições abertas para a 1ª turma de Especialização Gestão em Saúde

Category : Notícia

A Universidade Federal do Amapá, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e da Coordenação do Curso de Especialização Lato Senso Gestão em Saúde, torna público que, no período de 08 a 12 de Julho de 2013, estarão abertas as inscrições para seleção de candidatos ao I Curso Especialização de Gestão em Saúde – EAD, financiado com recursos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES.

As inscrições serão online de 08/07/2013 a 12/07/2013.

INSCRIÇÃO

A inscrição do candidato implicará no conhecimento e na expressa aceitação das normas e condições estabelecidas neste edital, do qual não poderá alegar desconhecimento.

As inscrições serão gratuitas e realizadas via internet, na página da EaD http://www2.unifap.br/ead, no período de 08/07 à 12/07/2013.

Após o preenchimento do formulário online, uma mensagem de confirmação da inscrição será enviada imediatamente ao seu endereço de email cadastrado.

Ao preencher o formulário, o candidato concorda e toma ciência que:

  • Os dados informados neste formulário são verdadeiros;
  • A inexatidão ou irregularidade destas afirmativas, ainda que verificadas posteriormente, ocasionará a minha eliminação;
  • Estou sujeito às implicações do artigo 299 do Código Penal se constatado Falsidade Ideológica;
  • A EaD/UNIFAP não se responsabiliza por solicitações de inscrição não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados;
  • O descumprimento das instruções para realização da inscrição via Internet implicará a sua não efetivação.

Para os candidatos que desejem mais informações, sobre o quantitativo de vagas e perfil dos candidatos, acessar o endereço:

http://www2.unifap.br/ead/editais/em-andamento/gestao-em-saude/


  • 0

Lisboa receberá Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning

Category : Notícia

Nos dias 6 e 7 de dezembro de 2013, a cidade de Lisboa dará lugar ao III Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning, que tem como objetivo central promover a aproximação e colaboração entre o Brasil e Portugal, particularmente entre as suas universidades e centros de investigação, sob a égide de um interesse comum: a Educação a Distância. Pretende-se promover a reflexão e o intercâmbio de práticas e experiências sobre Educação a Distância, Elearning e Educação Online; partilhar conhecimento e desenvolvimento tecnológico e promover parcerias de investigação e de colaboração docente entre universidades portuguesas e brasileiras.

O prazo para submissão de trabalhos encerra-se no próximo dia 30/06. Destacam-se as linhas temáticas consideradas para a apresentação de trabalhos: (i) EaD e Políticas educativas; (ii) Boas Práticas em Educação Online; (iii) Modelos e Processos Pedagógicos em Educação online; (iv) Web 2.0 e tecnologias emergentes; (v) Pedagogias emergentes (PLEs, MOOCs, REAs etc.); (vi) Realidade Virtual em EaD; (vii) Jogos e gamification em EaD; (vii) Mobile Learning; (ix) EaD e Inclusão Digital; (x) Avaliação em contextos online.

Para mais informações, recomendamos consultar o site http://lead.uab.pt/clb/.

 

Fonte:

http://uab.capes.gov.br/


  • 0

Relação Parcial de Trabalhos Científicos aprovados para apresentação no 19º CIAED

Category : Notícia

 

APRESENTAÇÃO ORAL

Relação Parcial de Trabalhos Científicos aprovados para apresentação no 19º CIAED – Congresso Internacional ABED de Educação a Distância (atualizado até 05jul)

 

– ANÁLISE DOS ESTILOS DE APRENDIZAGEM EM ALUNOS DA PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA DE UM POLO EAD EM SALVADOR, BAHIA, BRASIL

– CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES PARA METODOLOGIA SESIEDUCA: A EXPERIÊNCIA DO SESI SANTA CATARINA

– CAPACITAÇÃO ONLINE: AVALIAÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO

– INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: A AUDIODESCRIÇÃO COMO NOVO RECURSO DE ACESSIBILIDADE

– UM MODELO DE GESTÃO PARTICIPATIVA – PROCESSOS DE INTERAÇÃO E COMUNICAÇÃO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR COM FOCO NA MELHORIA DO ENSINO-APRENDIZADO

– VOICE DESIGN – O PODER DA PALAVRA FALADA APLICADA

– TELECURSO TEC – UM OLHAR DIFERENCIADO SOBRE CURRÍCULO EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PÚBLICA A DISTÂNCIA

– TENDÊNCIAS E INOVAÇÕES ATÉ QUE PONTO O PROFESSOR AS PERCEBE EM SUA PRÁTICA? UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS DE INTEGRAÇÃO DAS TICS AO CURRÍCULO A PARTIR DO BLOG WEBCURRICULO

– GESTÃO E AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO DE CASO NA UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO

– PLATAFORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL – ESTUDO DE CASO

– ESTRATÉGIAS PSICOPEDAGÓGICAS PARA RETENÇÃO DE ALUNOS NO ENSINO SUPERIOR

– ESTUDO SOBRE TRANSIÇÃO DO MODELO DE ENSINO POR CORRESPONDÊNCIA PARA O MODELO ONLINE: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE ABERTA PORTUGUESA

– O USO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO PRESENCIAL: UM ESTUDO DE CASO

– DINÂMICA DA DISCIPLINA METODOLOGIA DE ESTUDO A DISTÂNCIA E O SISTEMA DE TUTORIA NA EAD

– O PAPEL DO TUTOR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: COMO TEM SIDO CONCEBIDO PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO?

– ELABORANDO MATERIAL DIDÁTICO EM EAD: UMA ABORDAGEM CENTRADA NA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR

– O DESIGN THINKING PARA CONCEPÇÃO E PROPOSIÇÃO DE PRÁTICAS INOVADORAS EM CURSOS A DISTÂNCIA

– O PERFIL DA TUTORIA UNIVERSITÁRIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS SABERES SÓCIO-CULTURAIS, PEDAGÓGICOS, CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS

– O E-PROINFO 3.0 SOB O PONTO DE VISTA ACESSÍVEL

– FORMAÇÃO DOCENTE NO PROJETO EAD DA UNIVERSIDADE DE UBERABA – UNIUBE

– A EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA NO AMBIENTE ESCOLAR E O PAPEL DO PROFESSOR-TUTOR NA ATUALIDADE

APRESENTAÇÃO POSTER

Relação Parcial de Trabalhos Científicos aprovados para apresentação na sessão POSTER (atualizado até 05jul):

– WIZIQ COMO FERRAMENTA AUDIOVISUAL EM CURSOS ON-LINE

– APERFEIÇOANDO OS DOCENTES PARA A EaD ON-LINE: DA PESQUISA AO PROJETO DO CURSO

– ESTRATÉGIAS DE EAD EM MÍDIAS SOCIAIS

– A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

– A REDE DE VIDOCONFERÊNCIA NO/DO ESTADO DA BAHIA: USABILIDADE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

– APRENDIZAGEM ON-LINE: A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHAO – UFMA

– A WEBCONFERENCIA COMO FERRAMENTA MOBILIZADORA NA FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS EM EDUCAÇÃO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO MS

– EVOLUÇÃO DA EaD NO BRASIL – UM COMPARATIVO NO  ENSINO SUPERIOR – A DISTÂNCIA X PRESENCIAL

– A UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL NA BAHIA: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES

– AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM AMBIENTE VIRTUAL

– A INSERÇÃO DAS INTERFACES NO PROCESSO DE INTERAÇÃO COM ALUNO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. CONSTRUINDO UMA RELAÇÃO DE AFETIVIDADE

– REDES SOCIAIS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: APONTAMENTOS PARA UMA EDUCAÇÃO EM REDE

– ANÁLISE DA USABILIDADE DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM UTILIZADO POR UMA UNIVERSIDADE DE SÃO LUÍS – MA

– A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS POR MEIO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA REDE PÚBLICA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

– AVALIAÇÃO DE UM CURSO DA REDE DIVERSIDADE NA MODALIDADE EaD DA UFMA

– AS POSSIBILIDADES E PERSPECTIVAS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO ENSINO SUPERIOR: O PERFIL DO DOCENTE DE EAD EM SÃO LUÍS – MA

– O PAPEL DO TUTOR, DO CURRÍCULO E DOS AMBIENTES VITUAIS DE APRENDIZAGEM (AVA) NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

– SECRETARIA ACADÊMICA VIRTUAL: UMA EXPERIÊNCIA DE INTEGRAÇÃO E ASSISTÊNCIA AO ALUNO DA EAD

– REFLETINDO SOBRE A OFERTA DE CURSOS DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

– PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

– FORMAÇÃO DE TUTORES: DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NO PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO FGV ONLINE

– PROPOSTA  EDUCACIONAL DE MUSEU DIGITAL DO TEATRO SÃO JOÃO DA BAHIA (SÉCULO XIX E XX)

– A CONTRIBUIÇÃO COGNITIVA DA ROBÓTICA EDUCACIONAL COMO FERRAMENTA INTERDISCIPLINAR NO CONTEXTO DO ENSINO SUPERIOR

– POSSIBILIDADES DE UTILIZAÇÃO DO JOGO RPG  BY MOODLE NA MEDIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM REDE

– EDUCAÇÃO A DISTANCIA: UM OLHAR SOBRE O USO DOS FRACTAIS NAS AULAS DE MATEMÁTICA

– UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE COMPUTADOR NO ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA

– REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA: O CASO DO PROJETO E-JOVEM

– APRENDIZAGEM VIRTUAL SIGNIFICATIVA X DESEMPENHO PEDAGÓGICO

– AS REDES SOCIAIS COMO ESPAÇO DE COMUNICAÇÃO E INTERAÇÃO ENTRE PROFESSOR E ALUNOS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

– AESP: GESTÃO ESTRATÉGICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES DO GOVERNO DO CEARÁ, ÓRGÃOS VINCULADOS À SECRETARIA DE SEGURANÇA

– MODELAGEM COMPUTACIONAL NO ENSINO DE FÍSICA

– APROXIMANDO OS ALUNOS DA EAD DE ATIVIDADES PRÁTICAS – UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

– A DIVERSIDADE NA EAD: UM OLHAR SOB A REDE E-TEC BRASIL

– A CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO COMO ELEMENTO FORMADOR NO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DO POLO UAB – JUAZEIRO

– PLANEJAMENTO ONLINE NA REDE ESTADUAL DE ENSINO DO MS: UNINDO CRIATIVIDADE E TECNOLOGIA

– AVALIAÇÃO DA TUTORIA DE CURSOS A DISTÂNCIA EM EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO POR MEIO DA ANÁLISE DOS FÓRUNS DE DISCUSSÃO

– LETRAMENTO DIGITAL DOCENTE: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA DO CURSO A DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

– AVALIAÇÃO DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO CONTINUADA POR FISIOTERAPEUTAS

– EAD: COMO FAZER UM BOM PROJETO?

– O PERFIL DOCENTE PARA O ENSINO A DISTÂNCIA: CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS

– A CONVERGÊNCIA HIPERMIDIATICA ANCORADA NA METODOLOGIA DO DESIGN INSTRUCIONAL: UMA ABORDAGEM SISTÊMICA

– A INSERÇÃO DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO CURRÍCULO DO CURSO DE LETRAS, NAS MODALIDADES EaD E PRESENCIAL, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ/UESC-BA

– A INCLUSÃO NA PERSPECTIVA DAS REDES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM

– O ESTUDO DA PESQUISA CIENTÍFICA SOB UMA NOVA VERSÃO: A TECNOLOGIA DAS IMAGENS

– RESULTADOS DA PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM UMA CAMPANHA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

– INSTRUMENTOS DIDÁTICOS COMO FATOR DE SENSIBILIZAÇÃO NO EAD

– PRODUÇÃO E ADAPTAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA APOIAR ALUNO DEFICIENTE VISUAL NO ENSINO DA COMPUTAÇÃO EM CURSO DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EAD

– CONEXÃO CIDADÃ, PAPEL DESENPENHADO PELAS REDES SOCIAIS NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA

– A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) NA FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL DE HOJE

– A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO MODALIDADE DE FOMENTO À FORMAÇÃO CONTINUADA AOS/AS PROFESSORES/AS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO-UFMA

– CONVERGÊNCIA: UM ELO ENTRE A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A EDUCAÇÃO PRESENCIAL

– RELAÇÃO MÍDIAS E EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO-ATUAÇÃO PROFISSIONAL: PERCEPÇÃO DE PROFESSORES BAIANOS

– TRANSMEDIAÇÃO EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: PERSPECTIVAS PARA PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARTICIPATIVAS

– A INFLUÊNCIA DOS AMBIENTES VIRTUAIS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

– POLO UAB JUAZEIRO-BA:REDE DE CONSTRUÇÃO DE SABERES

– ORIENTAÇÃO VIRTUAL: EXPANDINDO O ESPAÇO DE ORIENTAÇÃO COM USO DE SALAS VIRTUAIS NO MOODLE

– GESTÃO DAS MÍDIAS NO PROCESSO EDUCACIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

– A RE-INVENÇÃO DA EDUCAÇÃO

– EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA AS POSSIBILIDADES DA PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO

– ASSOCIAÇÃO DE METODOLOGIAS DE ENSINO E FACEBOOK PARA APOIO AO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

– APLICATIVOS PARA DISPOSITIVO MÓVEL: ENTENDENDO O CONCEITO DE FUNÇÃO MATEMÁTICA

– A RELAÇÃO ENTRE CARACTERÍSTICAS PESSOAIS, AUTOEFICÁCIA E DESEMPENHO DE ALUNOS DE CURSOS PRESENCIAIS COM DISCIPLINAS CURSADAS EM EAD

– PENSAMENTO PEDAGÓGICO DE DARCY RIBEIRO: DA UNIVERSIDADE NECESSÁRIA À PROPOSTA DE CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

– PEER EVALUATION: ASSEGURANDO A QUALIDADE NA AVALIAÇÃO EM ESCALA

– ESTÁGIO SUPERVIONADO NO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNICESUMAR – UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA PARA UM CURSO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

– O PAPEL DO TUTOR NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NO PARADIGMA TRAZIDO PELA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: A EXPERIÊNCIA DA UNICESUMAR

– AUTORIA DO DISCENTE ONLINE: PRINCIPAIS DIFICULDADES

– PANORAMA DA EAD EM RELAÇÃO A OFERTA E A ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA

– REDES SOCIAIS E TICs UTILIZADAS PARA O ESTUDO DE ELETROMAGNETISMO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA TERCEIRA SÉRIES DOS CURSOS TÉCNICOS EM ELETROTÉCNICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO IFBA – CAMPUS CAMAÇARI

– GAMEFICAÇÃO DO MOODLE: UMA POTENCIAL FORMA DE APRENDIZAGEM?

– A PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

– TUTORIA – UMA ANÁLISE DE DESEMPENHO DE TUTORES EM EAD NO INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE

– A INSERÇÃO DAS TIC E OS DESAFIOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

– EAD ON-LINE, FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES E AUTODESENVOLVIMENTO

– CAPACITAÇÃO DOS MULTIPLICADORES DO NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

– A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO NTE 12: NOSSA EXPERIÊNCIA

(Os trabalhos aprovados “com correções” serão divulgados em breve, após alterações realizadas pelos autores.)

 

Fonte:

http://www.abed.org.br/


  • 0

20 sites com cursos online grátis que você deveria conhecer

Category : Notícia

Início de ano costuma ser o momento ideal para refletir sobre a carreira e pensar em como avançar profissionalmente. Se o primeiro passo geralmente é apostar nas resoluções e criar metas para si mesmo, o próximo costuma ser arranjar os meios de alcançá-las. Mas e quando os objetivos não cabem no bolso?

A resposta pode estar on-line, disponível para download ou streaming, e inteiramente grátis. Diversas instituições de ensino renomadas oferecem cursos e aulas abertas que podem ser a oportunidade ideal para quem quer investir na carreira por conta própria – é só ter conexão com a internet e, é claro, um pouco de disciplina.

No Brasil:

  • FGV Online: A Fundação Getulio Vargas oferece cursos pela internet com carga horária entre 5 e 30 horas sobre finanças pessoais, empreendedorismo, direito e sustentabilidade.
  • Unicamp: A Universidade Estadual de Campinas disponibiliza todo o material de algumas disciplinas no portal Opencourseware. O centro de computação da instituição também oferece minicursos relacionados à tecnologia da informação.
  • BMF&Bovespa: A bolsa de valores de São Paulo possui cursos on-line sobre finanças pessoais e mercado de ações.
  • Sebrae: A instituição de apoio aos pequenos negócios oferece cursos a distância voltados a empreendedores individuais e micro e pequenos empresários.
  • Receita Federal: Com a intenção de esclarecer dúvidas comuns a empresários, a Receita Federal disponibiliza cursos sobre o funcionamento do CNPJ, Simples Nacional e Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação.
  • Senar: Oferece gratuitamente programas on-line para as pessoas do meio rural de todo território nacional.
  • Projeto Cidadania Digital: É uma iniciativa da Fundação CDL e o Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT para qualificar profissionais com as tecnologias utilizadas no mercado
  • Fundação Bradesco: São cursos rápidos, em diversas áreas do conhecimento. Você está iniciando no mundo da informática? Busca aperfeiçoamento ou especialização? Aqui você encontrará um curso sob medida para suas necessidades!

No mundo (sites e aulas em inglês):

  • Harvard: Por meio da iniciativa Open Learning, uma das universidades mais conceituadas do mundo oferece algumas disciplinas inteiras em vídeo.
  • Berkeley: O campus virtual da Universidade da Califórnia tem vídeos e áudios de disciplinas de 20 departamentos disponíveis para streaming ou download, gravadas ao longo dos últimos seis anos.
  • Yale: A universidade disponibiliza vídeos de disciplinas introdutórias de diversos departamentos, entre eles economia, ciência política e engenharia biomédica.
  • MIT: Com um dos acervos mais completos, o Massachussetts Institute of Technology disponibiliza recursos de mais de duas mil disciplinas nesse canal, com vídeos das aulas, notas e material didático. As áreas variam entre as mais esperadas quando se pensa no instituto, como tecnologia, engenharia e computação e cursos da área de humanas, como antropologia, artes e estudos de gênero.
  • Stanford: Com uma conta no iTunes, é possível baixar vídeo e áudio de várias aulas de Stanford.
  • UCLA: O campus de Los Angeles da Universidade da Califórnia  possui um canal no YouTube em que disponibiliza aulas de diversos temas.
  • NYU: A Universidade de Nova York começou em 2009 um programa piloto de educação aberta e hoje disponibiliza material para seis disciplinas, além de um ambiente on-line onde os alunos ao redor do mundo podem discutir os assuntos das aulas.
  • Google Code University: O Google oferece tutoriais e aulas gratuitas de universidades de várias partes do mundo sobre linguagens de programação como Java e HTML5.

Saiba onde procurar mais:

  • iTunes U: A iTunes Store,  loja da Apple recém-chegada ao Brasil mais conhecida por disponibilizar downloads de músicas e filmes, possui um braço acadêmico. Nele, cerca de 400 universidades disponibilizam material de graça (Stanford, Yale e Berkeley são alguns exemplos). Para ter acesso aos vídeos e áudios no computador, iPad ou iPhone é preciso ter cadastro na loja e baixar o aplicativo.
  • Academic Earth: Site que reúne palestras e aulas disponibilizadas por universidades ao redor do globo. Possui ranking das mais assistidas e mais votadas pelos usuários.
  • Opencourseware Consortium: Comunidade que reúne centenas de universidades e instituições de ensino do mundo todo comprometidas com a disseminação do conhecimento, incluindo a maioria das citadas aqui. No site, é possível buscar cursos por país, tema, língua e instituição de ensino.

Fonte:

http://canaldoensino.com.br/blog/20-sites-com-cursos-online-gratis-que-voce-deveria-conhecer