Mestrado em Desenvolvimento Regional – PPGMDR

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO do PPGMDR

– MEIO AMBIENTE, CULTURA E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, que visa analisar a organização espacial, social e econômica do espaço amazônico com ênfase ao Desenvolvimento Regional.

O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL TRABALHA COM DUAS LINHAS DE PESQUISA. QUE SÃO:

1) ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO, MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:

O Amapá foi um Território Federal (1943-1988). Desde a Constituição de 1988, é um estado da federação em construção que necessita encontrar o rumo para o seu desenvolvimento, bem como para avaliar os impactos econômicos dos investimentos públicos e privados sobre o seu espaço.

Por cerca de 40 anos a base produtiva amapaense foi a exploração mineral do manganês. Com o esgotamento deste minério, este Estado busca alternativas para a estimular o seu processo produtivo. Neste sentido, análises sobre as transformações espaciais, econômicas, demográficas e sociais amapaenses estão carentes de enfoques críticos e propositivos.

Com cerca de 56% da área do Estado do Amapá protegido por unidades de conservação e reservas indígenas, sem que haja planos de manejo, bem como sem uma avaliação dos impactos de tais demarcações para a organização espacial amapaense, esta linha de pesquisa visa analisar os impactos da implantação daquelas unidades e reservas sobre a gestão territorial amapaense. Em setembro de 2003, o Governo do Estado do Amapá lançou em Durban (África do Sul), durante o Congresso Mundial sobre Meio Ambiente uma nova abordagem para se pensar o espaço amapaense, envolvendo todas as unidades de conservação: O corredor da biodiversidade. Tal proposta ainda necessita de maiores avaliações.

A Universidade Federal do Amapá possui campi universitários em dois municípios abrangidos pelo Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque (este ocupa 26% da área amapaense), bem como de outras unidades de conservação e reservas indígenas: Oiapoque e Laranjal do Jarí. Com isso, esta Instituição de Ensino Superior possui, em sua área de atuação imediata, a responsabilidade de aprimorar a qualificação de mão de obra para a gestão e organização territorial, estimulando pesquisa, extensão, ensino e a pós-graduação no Estado do Amapá.

 

2) SOCIEDADE, CULTURA E DESENVOLVIMENTO REGIONAL:

Grande parte do fazer humano e a sua possibilidade de simbolizar baseia-se na interação social, na relação com o meio ambiente, na sua transformação espacial, bem como na expressão de sua linguagem. Assim, a compreensão deste tema se torna relevante para grande parte das atividades de pesquisa em Psicologia, História, Antropologia, Geografia, Ciências Sociais, Educação e Cultura. Dentro desta Linha de Pesquisa procura-se trabalhar os seguintes aspectos:

a) Os instrumentos culturais, a partir das relações de interculturalidade, que o ser humano utiliza para a aprendizagem de conceitos formais e informais;

b) A forma como ocorre a auto-regulação e a heteroregulação durante a interação com o outro diante de barreiras e fronteiras para atingir o valor visado em contexto intercultural;

c) As várias práticas culturais de uma região, a sua interação com o meio ambiente e os instrumentos utilizados para construir conhecimento.

Para mais informações sobre o Programa de Pós-Graduação / Mestrado em Desenvolvimento Regional – PPGMDR, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*