0

Abertas inscrições para o Curso Geral de Propriedade Intelectual à Distância do INPI

O Curso Geral de Propriedade Intelectual à Distância – DL 101P BR é gratuitamente oferecido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). Tem carga horária de 75 horas e aborda diversos temas relativos à propriedade intelectual: Direitos Autorais, Patentes, Marcas, Indicações Geográficas, Desenhos Industriais, Proteção de Novas Variedades Vegetais/Cultivares, Concorrência Desleal, Informação Tecnológica, Contratos de Tecnologia e Tratados Internacionais.

Os interessados em cursar a 1ª edição/2019 do DL 101P BR poderão inscrever-se até o dia 1º de fevereiro de 2019 no site do INPI (http://www.inpi.gov.br/academia/cursos-de-extensao/agenda-de-cursos) ou acessando diretamente o link: https://welc.wipo.int/acc/index.jsf?page=courseCatalog.xhtml&lang=pt&cc=DL101PBR#plus_DL101PBR. As vagas são limitadas.

 

Fonte: INPI

0

Unifap participa de Vitrine Tecnológica.

Vitrine de tecnologias mostra o potencial da pesquisa desenvolvida na Amazônia.

 

Em exposição no Shopping Bosque Grão-Pará, Instituições associadas à Redenamor mostrarão ao público pesquisas inovadoras dos laboratórios do Norte do País.

 

Aproximar o conhecimento científico das pessoas interessadas no ecossistema de inovação e possibilitar ao grande público a percepção do impacto da Ciência e da Tecnologia em seu cotidiano é o objetivo da Vitrine Tecnológica da Redenamor.

A exposição ocorrerá no dia 13 de dezembro, de 10 às 17 horas, e contará com vinte tecnologias selecionadas de seis Instituições ligadas à Redenamor (Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica da Amazônia Oriental): Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade do Estado do Pará (UEPA), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) e Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG).

Os produtos apresentados na vitrine estão em diversos estágios de desenvolvimento e podem ser aplicadas na sociedade, no setor produtivo ou junto a comunidades.

A Unifap apresentará no evento quatro tecnologias. Todas com Pedido de Patente depositado junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI):

1. DESPOLPADEIRA FOTOVOLTAICA DE AÇAÍ

Inventores: Allana Trajano Feijão, Anita Maria das Graças Almeida, Alaan Ubaiara Brito.

 

2. NANOEMULSÃO MISCÍVEL EM ÁGUA À BASE DE MISTURA DE DITERPENOS EM ÓLEO E SEU USO COMO LARVICIDA

Inventores: Anna Eliza Maciel de Faria Mota Oliveira, Caio Pinho Fernandes, José Carlos Tavares Carvalho.

 

3. NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS DE DIGLUCONATO DE CLOREXIDINA

Inventores: Francisco Fábio Oliveira de Sousa, Jennifer Thayanne Cavalcante Dantas.

 

4. REPELENTE À BASE DO ÓLEO-RESINA DE COPAIFERA RETICULATA

Inventores: Madson Ralide Fonseca Gomes, Letícia de Oliveira Machado, Elaine Cristina Pacheco de Oliveira.

 

 

Serviço

Entrada gratuita

Data: 13 de dezembro de 2018

Hora: 10 às 17 horas

Local: Shopping Bosque Grão-Pará – Entrada Principal – Térreo

Belém/PA

 

Contato: (91) 3075-6168 (Redenamor)

redenamor@gmail.com

Para postagens e informações do evento acesse: https://web.facebook.com/redenamor.amazonia/?ref=settings

convite_vitrine_2018-01

 

0

Prazo para cadastro no SISGEN encerra no próximo dia 05 de novembro

“O Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado – SisGen – é um sistema eletrônico criado pelo Decreto nº 8.772, de 11 de maio de 2016, que regulamenta a Lei nº 13.123, de 20 de maio de 2015, como um instrumento para auxiliar o Conselho de Gestão do Patrimônio Genético – CGen – na gestão do patrimônio genético e do conhecimento tradicional associado.” (http://www.mma.gov.br/patrimonio-genetico/conselho-de-gestao-do-patrimonio-genetico/sis-gen)

Pesquisadores que possuem trabalhos envolvendo patrimônio genético e/ou conhecimento tradicional associado devem se cadastrar e inscrever suas pesquisas na Plataforma até 05 de novembro de 2018, conforme determinado na Lei nº 13.123/2015.  Ao realizar o cadastro, os dados serão encaminhados para avaliação e habilitação do vínculo institucional pelo representante da Unifap no Sistema, neste momento sob a responsabilidade do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT).

O Art. 118 do Decreto 8.772/2016 determina que “o usuário que requereu qualquer direito de propriedade intelectual, explorou economicamente produto acabado ou material reprodutivo, ou divulgou resultados, finais ou parciais, em meios científicos ou de comunicação, entre 17 de novembro de 2015 e a data de disponibilização do cadastro, deverá cadastrar as atividades de que trata o art. 12 da Lei nº 13.123, de 2015 e notificar o produto acabado ou o material reprodutivo desenvolvido em decorrência do acesso.”

O CGen publicou em 3 de agosto de 2018 a Orientação nº 4, Orientação Técnica nº 5 e Resolução nº 10, esclarecendo questões sobre o cadastro no SisGen.

Manual_SisGen

L13123

Decreto nº 8772

ORIENTAÇÃO Nº 4, DE 22 DE MAIO DE 2018 – Diário Oficial da União – Imprensa Nacional

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 5, DE 19 DE JUNHO DE 2018 – Diário Oficial da União – Imprensa Nacional

RESOLUÇÃO Nº 10, DE 19 DE JUNHO DE 2018 – Diário Oficial da União – Imprensa Nacional

 

0

Pesquisas com patrimônio genético e conhecimento tradicional associado realizadas na Unifap já podem se cadastrar no Sisgen

Um importante procedimento operacional para as pesquisas aplicadas da Unifap foi realizado neste mês de março. Trabalhando em conformidade com a Lei nº 13.123/2015 e o Decreto nº 8.772/2016, que criou o Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado (o “SISGEN”), a Universidade Federal do Amapá está cadastrada no Sistema, assim permitindo que os pesquisadores interessados possam cadastrar-se e inscrever suas pesquisas na Plataforma.

Leia mais em www.unifap.br/public/index/view/id/10083