NTI ENTREGA NOVA ESTRUTURA DE DADOS PARA CURSOS DO DCET

NTI ENTREGA NOVA ESTRUTURA DE DADOS PARA CURSOS DO DCET

(Laiza Mangas)

O Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) estrutura mais um prédio com pontos de acesso à internet. O prédio dos cursos de Engenharia Elétrica, Ciência da Computação e Arquitetura e Urbanismo recebeu 376 pontos cabeados e 8 pontos de acesso EDUROAM.

Por hospedar cursos de tecnologia, foi necessário colocar um número elevado de pontos para acesso à internet, instalados nas salas de aula, sala de professores, coordenação de curso e laboratórios, “Colocamos pontos para os professores nas salas de aula, pois com o novo sistema acadêmico sendo implantado, o professor pode precisar realizar uma chamada virtual online com os alunos”, diz o Analista de Tecnologia da Informação Richardson Salomão, projetista e fiscal técnico.

A rede já está em funcionamento, mas em alguns pontos dos prédios ainda não se tem o acesso sem fio, “O piso superior ainda não tem rede sem fio devido a falta de equipamentos que alimentem o roteador. O NTI já demandou a aquisição e está aguardando a chegada do material”, explicou Richardson. Alguns laboratórios também aguardam aquisição de computadores, entretanto, a rede já está pronta para ser utilizada.

No geral, acadêmicos e professores encontram-se satisfeitos com o serviço de internet. A professora do colegiado de Engenharia Elétrica, Fernanda Smith, não tinha acesso à rede no antigo bloco, e isso era um fator negativo para o desempenho do curso “Não tínhamos internet nos laboratórios e nas salas de aula. A primeira vez que eu acessei a EDUROAM foi no novo bloco. Então, acredito que ter uma estrutura de rede de dados é de extrema importância, pois auxilia nas aulas e principalmente nas atividades nos laboratórios”, afirmou ela.

Já para o acadêmico de Engenharia Elétrica, Alexandry Donin, a importância do acesso à internet ajuda no aprendizado “Hoje eu acesso normalmente e com uma velocidade boa, isso ajuda muito no nosso desempenho. Na engenharia existem diversos programas que precisam de internet, dessa forma, conseguimos fazer total interação entre o que o professor está passando em sala de aula com a parte de cálculos que só podem ser feitas com esses programas.”