You are currently viewing “Espaço Literário Aldenor Benjamin”: Rádio Universitária cria biblioteca comunitária em homenagem ao professor da instituição

“Espaço Literário Aldenor Benjamin”: Rádio Universitária cria biblioteca comunitária em homenagem ao professor da instituição

Criado em homenagem ao falecido Jornalista, Professor e Padre, Aldenor Benjamin, a biblioteca comunitária visa fornecer literatura gratuita para alunos da Unifap e comunidade geral.

Diferente da biblioteca pública, uma biblioteca comunitária não possui vínculo com o Estado, dependendo assim do auxílio de voluntários e doações para compor o sua coleção na estante. Além de fornecer uma leitura gratuita e de fácil acesso, bibliotecas comunitárias são de fundamental importância na relação entre a leitura e a cultura, sendo um agente da inclusão social e atuando também como um espaço democrático de informação. A Universidade Federal do Amapá (Unifap), sendo uma instituição de ensino superior, está sempre incentivando os alunos a aderirem à novas experiências de aprendizagem, e, para isso, conta com várias bibliotecas comunitárias espalhadas pelo campus Marco-Zero, além, é claro, da biblioteca central que atende aos alunos e professores da universidade. E se tratando da Unifap, quanto mais acesso a formas de levar leitura e educação, melhor! 

 

Espaço Literário “Aldenor Benjamin”

Inicialmente, a biblioteca comunitária começou sendo um simples local para os servidores terceirizados da Rádio Universitária, funcionando como ferramenta de leitura prática e de entretenimento para passar o tempo enquanto se esperava uma troca de turno — ou nos momentos de descanso pós-almoço. Mas, segundo o atual diretor da Rádio, o Professor Doutor Paulo Giraldi, já havia uma ideia de transformar aquele simples local de pausa em um ambiente democrático de incentivo à leitura. Assim, os livros que eram doados pelos próprios servidores foram aumentando de quantidade e qualidade, e aquela logo se tornou o que hoje é conhecido como Espaço de Leitura da Rádio Universitária. 

“A biblioteca é chamada de Espaço Aldenor Benjamin porque o Padre sempre dizia isso: ‘Nós não podemos deixar que quem passe de bicicleta aqui dentro [da Unifap], só use o espaço como um espaço de transição. Porque ele está percorrendo uma universidade, mesmo que ele só corte caminho por aqui [pelo território da universidade], ele não tem que só cortar caminho por aqui, mas ele poderá contribuir com algo para a universidade’. Então a gente não pode deixar que as pessoas circulem por aqui de forma oculta, mas levar à elas a nossa contribuição como universidade”, explica o professor, que atua dentro da Unifap como um formador de futuros novos comunicadores. 

O nome do Espaço Literário Aldenor Benjamin se deu em homenagem ao professor que foi de suma importância para o crescimento e desenvolvimento da Rádio, de alunos e da própria Unifap. Atualmente, localizado dentro da Rádio Universitária, conta com mais de 30 livros em sua estante e é agora usado não apenas pelos servidores que ali transitam, mas também pelos alunos, professores e cidadãos que passam pela universidade, e que podem usufruir de uma leitura gratuita e de fácil acesso dentro da instituição. 

“Em crescimento, o Espaço Literário Aldenor Benjamin fica localizado logo na entrada da Rádio Universitária na UNIFAP”. Foto/Imagem: Izabele Pereira/Escritório Modelo. 

Aldenor Benjamin, o eterno Padre da Rádio UNIFAP 

Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Università San Tommaso (2005),  Aldenor Benjamin dos Santos, conhecido entre os alunos como “Padre Aldenor“, atuou em diversas paróquias da capital e foi docente do colegiado de Jornalismo da Unifap. Além disso, foi um dos responsáveis pela abertura do curso na universidade, sendo o primeiro da área na rede pública. Também foi diretor da Rádio e TV Universitária e contribuiu para a expansão do espaço, com investimentos tecnológicos para essa unidade.

O Padre Aldenor Benjamin contribuiu não apenas com o curso de Jornalismo e a Rádio Universitária, mas foi também um grande influenciador na vida acadêmica dos alunos da instituição, assim como para a história do jornalismo amapaense. Aldernor faleceu em  16 de outubro de 2020, aos 53 anos, e deixou para a comunidade Unifapiana memórias, histórias e ensinamentos que vão além do mundo acadêmico. 

A importância de espaços comunitários de leitura como o da Rádio

De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil (2019-2020), realizada pelo Instituto Pró-Livro em parceria com o Itaú Cultural e aplicada pelo IBOPE Inteligência, um contingente de cerca de 27 milhões de brasileiros nas classes C, D e E são consumidores de livros, enquanto 17 milhões são os compradores das classes A e B. Nesta pesquisa fica claro que espaços com fácil acesso à leitura permitem práticas de leitura compartilhada e incentivam pessoas que não possuem acesso a frequentarem essas bibliotecas e desenvolverem o gosto pela leitura, passando a compreender a sua importância.

“Os livros doados por alunos e servidores servem um catálogo diversificado com literatura Brasileira”. Foto/Imagem: Izabele Pereira/Escritório Modelo. 

Outro estudo recente mapeou que um leitor fluente é capaz de ler cerca de 200 palavras por minuto. Tudo o que sabemos antes de ler nos prepara para reconhecer mais depressa cada contexto apresentado na leitura. Saiba como você pode melhorar sua leitura:

  • Opte por estilos de linguagem leves e assuntos que sejam do seu interesse;
  • Comece por leituras que vão exigir um esforço muito grande do cérebro;
  • Tenha a expectativa da leitura escolhendo um livro que você goste muito do assunto, ou que pelo menos tenha curiosidade;
  • Deixe o livro sempre em fácil acesso (na bolsa, do lado da cama) e evite os dispositivos digitais quando for ler;
  • Institua pequenos prazos para avançar na leitura. Por exemplo: 5 páginas por dia;
  • Aproveite os canais que exploram resenhas e dicas de leitura.

Ajude o Espaço Literário Aldenor Benjamin a crescer

Gostou do projeto e quer ajudar? Fácil! 

Para doações de livros, revistas, fanzines ou até mesmo Mangás e HQ’s, você pode entregar as obras destinadas ao Espaço Literário pessoalmente na secretaria da Rádio Universitária. E se você que transita pela UNIFAP gostaria de emprestar um de nossos livros, basta ir diretamente na Secretaria e solicitar um empréstimo ou entrar em contato com o nosso Instagram (@radiounifapoficial) e página no Facebook para saber mais detalhes de como funciona o processo, assim como período de devolução. 

Faça parte deste projeto da equipe do Escritório Modelo da Rádio Universitária e exercite seu cérebro com uma de nossas leituras!

 

Colaboração de texto: Izabele Pereira (Bolsista de Extensão do Escritório Modelo/Rádio e TV UNIFAP, 2022)
Revisão: Marcela Souza (Bolsista de Extensão do Escritório Modelo/Rádio e TV UNIFAP, 2022)


ATENÇÃO – As informações, as fotos, imagens e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: Escritório Modelo/Rádio e TV UNIFAP, 2022.

 

 

 Acesse as Redes Sociais Oficias da TV e Rádio UNIFAP:  
·         Facebook: https://www.facebook.com/96.9fm 
·         Instagram: https://www.instagram.com/radiounifapoficial/
·         WebRádio: https://estacao.radio.br/radiounifap96/webapp/