I Jornada de Internacionalização do Campus Binacional: Intercâmbio, mobilidade e resultados.

WP_20160623_008  WP_20160623_005  WP_20160623_016

O evento ocorreu no último dia 23 de junho de 2016- Auditório da UNIFAP- em Oiapoque e teve a participação de professores e da equipe técnica da PROCRI para dar esclarecimentos aos participantes sobre internacionalização, mobilidade e perfil acadêmico.
O evento iniciou com a conferência proferida pelo Prof. Me.Eduardo Margarit Alfena do Carmo que  sobre “fronteiras e saberes: interculturalidade como estratégia para a internacionalização”, seguida da fala sobre “A internacionalização das universidades: como e para quê? com Prof. Dr. Glauber Romling da Silva. Ainda pela manhã, o Pró-reitor Prof. Dr. Paulo Gustavo Pellegrino Correa expôs sobre a “Internacionalização universitária e excelência na academia” e para concluir a programação da manhã, o secretário da PROCRI José Cosme dos Anjos Farias falou sobre “Mobilidade: bolsas, esclarecimentos e orientações”.
A participação dos acadêmicos de Oiapoque foi integral. Muitas perguntas, comentários, sugestões sobre os debates. Segundo a organizadora do evento, a profª. Me. Mariana Alves “O evento é bastante esclarecedor a todos os acadêmicos, pois, tira dúvidas diretamente com os responsáveis pela internacionalização e mobilidade. Além de ser um evento importante para a comunidade de Oiapoque e as políticas de internacionalização do Binacional”.

WP_20160623_009  WP_20160623_011  WP_20160623_027

A segunda parte da jornada, contou com a apresentação de Manuela Gortz que explicou sobre os Programas de intercâmbio internacionais: Bracol, Bramex, PEC-C, PAEC. E do Coordenador do PROGRAMA IDIOMA SEM FRONTEIRAS/UNIFAP, Prof. Me.  Álvaro Tamer Vasques, também esteve presente e orientou sobre o “Inglês sem fronteiras na UNIFAP” e os exames realizados pelo programa.

A conferência de encerramento foi da Profª. Me. Mariana Janaina dos Santos Alves, responsável pela Divisão de Cooperação e Relações Interinstitucionais de Oiapoque que discorreu amplamente sobre “Mobilidade acadêmica e o aprendizado de língua estrangeira na graduação”. O evento teve ainda a colaboração de acadêmicos voluntários para a organização e foi o primeiro, espera-se, de várias “Jornadas” para a internacionalização do Campus Binacional.

Deixe uma resposta


*