EDITAL Nº 01/2018 COPEA/DEX/PROEAC/UNIFAP DE 19 DE FEVEREIRO DE 2018

PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA SUBSTITUTO DE EXTENSÃO PARA O PROJETO DE EXTENSÃO “FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INTERDISCIPLINARES”

RESULTADO FINAL

JÉSSICA MENDES DOS SANTOS

Oiapoque-AP, 23 de fevereiro de 2018.
Profa. Ma. Cristiane do Socorro Ferreira dos Santos
Coordenação do Projeto de Extensão “Formação docente indígena: práticas pedagógicas interdisciplinares”
N° de registro DEX PJ019/2018

CLASSIFICAÇÃO GERAL – PROJETO FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA…

EDITAL Nº 01/2018 COPEA/DEX/PROEAC/UNIFAP DE 19 DE FEVEREIRO DE 2018 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA SUBSTITUTO DE EXTENSÃO PARA O PROJETO DE EXTENSÃO “FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INTERDISCIPLINARES”

Homologação e resultado preliminar das inscrições recebidas Nº ACADÊMICOS Situação da inscrição 1 JÉSSICA MENDES DOS SANTOS Homologada
Oiapoque-AP, 22 de fevereiro de 2018.

Profa. Ma. Cristiane do Socorro Ferreira dos Santos
Coordenação do Projeto de Extensão “Formação docente indígena: práticas pedagógicas interdisciplinares”
N° de registro DEX PJ019/2018

Homologação e resultado preliminar – PROJETO FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA…

EDITAL Nº 01/2018 COPEA/DEX/PROEAC/UNIFAP DE 19 DE FEVEREIRO DE 2018 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA SUBSTITUTO DE EXTENSÃO PARA O PROJETO DE EXTENSÃO “FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INTERDISCIPLINARES”

A Pró-Reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (PROEAC) da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), através do Departamento de Extensão (DEX), por meio da Coordenação de Pesquisa, Extensão e Ações Comunitárias (COPEA) Campus Binacional, no âmbito de sua competência, torna público processo seletivo de bolsista substituto de extensão do PROJETO DE EXTENSÃO “FORMAÇÃO DOCENTE INDÍGENA: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INTERDISCIPLINARES”, de acordo com as disposições legais e regulamentares vigentes e as normas contidas neste Edital e seus anexos, conforme segue.

Segue anexo:

EDITAL Nº 01-2018 – COPEA – Bolsista-de-extensão

ANEXOS

0

Acadêmica do curso de Licenciatura em Biologia do Campus Binacional de Oiapoque é aprovada para o curso de Pós-graduação em Zoologia – PPGZOOL parceria UFPA e Museu Paraense Emílio Goeldi – UFPA/MPEG

 IMG-20180209-WA0012 IMG-20180209-WA0014 IMG-20180209-WA0015

A acadêmica Viviane Caetano Firmino foi aprovada no curso de Pós-graduação em Zoologia – PPGZOOL parceria UFPA e Museu Paraense Emílio Goeldi – UFPA/MPEG. A acadêmica defendeu a monografia intitulada “ESTUDO DE ENTOMOFAUNA AQUÁTICA, COM ÊNFASE EM SIMULÍDEOS, ASSOCIADA AO RIO PANTANARI COMO SUBSÍDIO PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE OIAPOQUE, AMAPÁ, BRASIL” no prazo estabelecido (09/02/2018) sendo a primeira acadêmica a finalizar o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Campus Binacional de Oiapoque. A banca avaliadora foi constituída pelos seguintes docentes Prof. Dr. Emerson Monteiro dos Santos (Orientador), Prof. Me. Luís Alexandre Lemos Costa e Prof. Esp. Francisco Diego Barros Barata.

 Conforme o diretor do Campus professor Otávio Landim a aprovação da acadêmica para o curso de Pós-graduação é muito importante, pois, demonstra que mesmo diante dos desafios e dificuldades enfrentadas na atual conjuntura inerente ao ensino superior no Brasil é possível superar obstáculos e avançar na direção do crescimento e qualificação profissional. O prof. Otávio Landim salienta ainda a importância do papel dos docentes que incentivaram e contribuíram com a conquista da acadêmica Viviane Firmino.

EDITAL N.º 001/2018 PROPESPG/DPq/UNIFAP ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ALUNOS VOLUNTÁRIOS NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIFAP

A Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), por meio do Departamento de Pesquisa, comunica aos interessados que estão abertas as inscrições para o Programa Voluntário de Iniciação Científica – PROVIC, para o nível de graduação.

1 DISPOSIÇÕES GERAIS
a) A Iniciação Científica Voluntária visa despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, mediante participação em projetos de pesquisa, orientados por pesquisadores qualificados, possibilitando ao iniciante a aprendizagem de técnicas e de métodos, por meio do desenvolvimento do pensar e do criar cientificamente, além de aprimorar seu espírito crítico;
b) A Resolução n.º 07, de 25 de junho de 2010, advinda do CONSU/UNIFAP, no art. 8º, estabelece que é atribuição do Comitê Interno de Acompanhamento e de Avaliação, instituído pela Portaria n.º 760 de 2015, a definição dos critérios e requisitos básicos para inscrição e apresentação de propostas no programa.

EDITAL_N_001_2018_PROPESPG_DPq_UNIFAP

“Agrobiodiversidade e Segurança Alimentar na Terra Indígena Uaça, Oiapoque-AP”

Aprovação do projeto de pesquisa de Doutorado da Professora Claudiane de Menezes Ramos, do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena, no LabEx DRIIHM – Laboratório de Excelência em Meio Ambiente na Guiana Francesa, vinculado ao CNRS (Centre National de Recherche Scientifique) na França. O LabEx DRIIHM realiza pesquisas interdisciplinares sobre interação dos seres humanos e o Meio Ambiente. O projeto que será financiado intitula-se “Agrobiodiversidade e Segurança Alimentar na Terra Indígena Uaça, Oiapoque-AP”. O objetivo geral da pesquisa é compreender a importância do manejo agrícola e o uso da agrobiodiversidade para o autosustento dos agricultores familiares indígenas na Terra Indígena Uaça, identificando os fatores (ambientais, sociais e econômicos) que fortalecem e/ou limitam a segurança alimentar na região.

Texto: Professora Claudiane de Menezes Ramos

Centre de Recherche de Montabo

DIRETOR DO CAMPUS BINACIONAL DO OIAPOQUE REALIZA A CONVOCAÇÃO DA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DO CAMPUS

O Conselho do Campus Binacional do Oiapoque tem sua primeira reunião ordinária convocada para o dia 22/01/2018 a ser realizada as 14h na sala dos professores. As pautas que serão debatidas são a i) discussão e aprovação do regimento interno do Conselho do Campus Binacional do Oiapoque, e ii) instituição da comissão de acompanhamento e avaliação do Regime Diferenciado de Oferta – RDO. O Conselho é o órgão máximo consultivo e deliberativo do Campus Binacional do Oiapoque para definir a política de ensino, pesquisa, extensão, pós-graduação e a administração geral do Campus, em conformidade com as diretrizes gerais da UNIFAP. De acordo com o diretor do Campus Otávio Landim “o Conselho afigura-se como importante instrumento de gestão tendo em vista que dará autonomia a comunidade acadêmica através de suas representações a tomar decisões sobre questões que envolvem a estrutura administrativa, ao ensino, pesquisa e extensão que envolvem o campus”.

Marcel Lopes Amoras

Secretário do Conselho do Campus

Inscrições para o Processo Seletivo 2018 iniciam no dia 22 de janeiro

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) recebe a partir do dia 22 de janeiro de 2018 as inscrições para o Processo Seletivo (PS 2018) da Instituição, que selecionará candidatos para as vagas nos cursos de graduação presenciais do campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). A inscrição no certame será realizada exclusivamente via internet, a partir das 9h do dia 22 de janeiro até às 15h do dia 9 de fevereiro de 2018, no endereço eletrônico www.unifap.br/depsec, mediante o preenchimento do formulário de inscrição. Não há cobrança de taxa de inscrição.

São ofertadas 711 vagas neste PS 2018, distribuídas em 30 cursos de graduação do campus Marco Zero conforme Anexo I do edital, de um total de 1.400 disponibilizadas pela Universidade. As 689 vagas restantes serão ofertadas via Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e, para concorrer a elas, o candidato deve se inscrever exclusivamente pelo endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br. O candidato poderá concorrer às vagas ofertadas no PS 2018 e via Sisu, com exceção do curso de Matemática, que terá 100 % das vagas ofertadas por meio de processo seletivo específico, com regras a serem divulgadas até a publicação do resultado final do PSS 2018.

Para habilitarem-se à concorrência, os candidatos devem ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 ou 2016 e ter concluído o ensino médio até o período de matrícula, caso tenham sido aprovados no PS 2018.

A seleção dos candidatos inscritos no PS 2018 será feita na ordem decrescente da pontuação obtida na soma das cinco notas do Enem 2017 ou 2016, em cada curso e de acordo com cada categoria estabelecida no Anexo I do edital de seleção. Para atender ao que estabelece a Lei nº 12.711/12, a Unifap destina 50% das vagas ofertadas no PS 2018 a candidatos que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas ou que tenham obtido certificado de conclusão com base no resultado do Enem, de exame nacional para certificação de competências de jovens e adultos ou de exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas estaduais de ensino.

O prazo de matrícula, com a lista dos candidatos aprovados, será divulgado posteriormente. Os candidatos devem acompanhar as convocações e a chamada pública no endereço eletrônico www.unifap.br/depsec.

Confira no site do Departamento de Processos Seletivos e Concursos (Depsec) a íntegra do edital do PS 2018 da Unifap.

Serviço

Processo Seletivo 2018 da Universidade Federal do Amapá (Unifap)

Inscrições gratuitas a partir das 9h do dia 22 de janeiro até às 15h do dia 9 de fevereiro de 2018, exclusivamente no endereço eletrônico www.unifap.br/depsec. Mais informações no site da Unifap e o edital completo e anexos podem ser acessados na página eletrônica do Departamento de Processos Seletivos e Concursos.

05/01/2018 – 1743601 – JACQUELINE FREITAS DE ARAUJO

SESSÃO PÚBLICA DO GRUPO DE PESQUISA LEGIS DO CURSO DE PEDAGOGIA

Sessão pública - LEGIS

Sessão pública – LEGIS

O Grupo de Pesquisa LEGIS (GP/LEGIS – Grupo de Pesquisa em Legislação e Políticas Públicas Educacionais), sob a Coordenação do Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, vinculado ao Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Amapá – UNIFAP, Campus Binacional de Oiapoque, promoveu o seu sétimo encontro de estudos, em sessão aberta para toda a comunidade acadêmica e demais interessados, no último sábado, dia 16/12/17, das 19h às 22h, no Auditório Colares.

A Coordenação do GP/LEGIS, explica que o Grupo de Pesquisa, formado por acadêmicos e professores do curso de Pedagogia, está devidamente registrado no DPQ/UNIFAP e no DGP/CNPq, existindo de fato. O GP não tem medido esforços para debater, no âmbito de sua abrangência, temáticas de interesse educacional, principalmente aquelas atreladas às políticas de formação de professores e de gestão dos sistemas educacionais.

O mapeamento das ações educacionais no município de Oiapoque tem sido de grande importância para fomentar e corroborar com as discussões complexas que estão sendo feitas durante as sessões de estudo do GP/LEGIS. Interessante destacar, que os dados educacionais do município são utilizados, também, nas aulas do curso de Pedagogia.

A Coordenação do GP/LEGIS, a partir de uma visão de conjunto, amplia e direciona as ações do GP para o seio da comunidade oiapoquense, fortalecendo laços e ampliando as parcerias entre este e os órgãos públicos.

O Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, defendeu a indissociabilidade entre ensino, extensão e pesquisa, que estão acontecendo nas IES, principalmente no Campus Binacional de Oiapoque, reforçando assim, iniciativas como estas desenvolvidas no GP, aproximando a universidade e o conhecimento científico à sociedade local.

A sessão pública de estudos do GP/LEGIS contou com a participação do Prof. Jairo Machado de Sousa, presidente do Conselho Municipal de Educação – CME, do município de Oiapoque, o qual foi convidado para palestrar sobre a consolidação deste CME, além de pesquisadores, docentes e acadêmicos da UNIFAP/Campus Binacional.

O Prof. Jairo Machado de Sousa, durante sua palestra, trouxe grandes contribuições sobre os aspectos históricos do CME e a sua institucionalização no âmbito da federação, dos estados e dos municípios. Em um segundo momento, o palestrante fez a relação entre as funções e finalidades do CME frente às demandas da Secretaria Municipal de Educação.

O evento contou ainda com um momento cultural significativo, brindando os convidados e os participantes com a apresentação do Hino de Oiapoque, canções natalinas e folclóricas, todos interpretados em LIBRAS, pelo pedagogo Ueslei Barros e o Grupo Regional “Mãos que Dançam” e a Pedagoga Natália Lopes Picanço Maciel.

ÁREA IMPACTADA POR LIXÃO E A VISITA DA PEDAGOGIA

Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, Acadêmicos e parceiros

Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, Acadêmicos e parceiros

Os acadêmicos do curso de Pedagogia, Turma 2014.1, do Campus Binacional de Oiapoque, orientados pelo Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, estiveram presentes no Aterro Sanitário do município (Lixão), em virtude de uma atividade de campo, prevista no Plano de Estágio.

A proposta, explica o Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, foi sensibilizar os acadêmicos de que as atividades humanas geram resíduos sólidos indiscriminadamente, sem a devida preocupação com os efeitos colaterais dessa ação, sobre o meio ambiente e na saúde da população.

Foram constatadas necessidades urgentes quando devidamente analisadas à luz da legislação pertinente, no caso, a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (lei federal n. 12.305/2010). Isso porque, a PNRS direciona os resíduos sólidos para um local adequado e controlado, o que teríamos em um aterro sanitário devidamente instalado. O que não acontece em nosso município.

O Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, explica ainda, que esta atividade de campo, fruto de sua ação com foco na Educação Ambiental e efetivamente trabalhada durante o Estágio Supervisionado com a Turma 2014.1, na Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SEMMAM, possibilitou aos acadêmicos envolvidos, vivenciarem a interface entre teoria e prática, principalmente quando conseguiram dar sentido à complexidade que a temática exige.

Ao perceberem a importância da visita monitorada ao lixão, os acadêmicos puderam constatar, também, a gravidade do descarte do lixo sem as devidas recomendações técnicas, bem como refletirem sobre tais impactos, principalmente os danos causados ou que podem causar os resíduos sólidos ali depositados, sem o controle dos órgãos competentes.

Os danos ao meio ambiente e à saúde humana, ficam mais visíveis a partir da constatação in loco. A preocupação com a área diretamente afetada pelo depósito irregular do lixo e de carcaças de animais, podem afetar diretamente, também, as bacias hidrográficas, os animais (fauna) e à vegetação (flora).

Outro impacto ambiental preocupante, mesmo que indiretamente, foi a presença de moradores no local, sem a devida proteção e/ou orientação, trabalhando na coleta de resíduos, principalmente de latinhas de alumínio. Adolescentes e jovens expostos às intempéries do local em plena manhã de uma sexta-feira.

O Prof. Dr. Ademar Alves dos Santos, chama a atenção para esse problema socioeconômico e demonstra preocupação não só com os jovens ali presentes, mas com a destinação destes resíduos sólidos no município. Isto porque, a poluição gerada pelo lixão, transcende às fronteiras demarcadas para o descarte deste lixo, podendo alcançar cada um de nós. A lição de casa, diz o professor, parece estar ainda muito distante.