NTI RENOVA ESTRUTURA DE DADOS DA BIBLIOTECA E NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO

22426447_1494209767336113_995679053063795834_o

O Núcleo de Tecnologia da Informação – NTI, entrega nova rede de dados para mais dois prédios a Universidade Federal do Amapá – UNIFAP. Nesta nova etapa foram renovados a rede de dados dos prédios da Biblioteca Central e Núcleo de Acessibilidade e Inclusão – NAI, sendo implantados 36 pontos cabeados no NAI e 104 na Biblioteca. Também foram disponibilizados 07 pontos de de acesso WI-FI EDUROAM.

De acordo com a Diretora da Biblioteca Central, Maria do Carmo Lima Marques, a renovação da rede de dados era fundamental para os serviços prestados à comunidade acadêmica. “Uma boa estrutura de dados é imprescindível para o bom andamento dos serviços de uma biblioteca universitária, onde o armazenamento e disseminação de dados e informações são necessários para o atendimento da comunidade acadêmica e usuários externos”, ressaltou Do Carmo.

“A Biblioteca informatizada e reestruturada poderá desenvolver suas atividades proporcionando maior agilidade, segurança, facilidade na recuperação de informações, além de intensificar seus treinamentos, seja na plataforma de e-books, portal capes ou outras bases de dados disponíveis na UNIFAP”, afirma Do Carmo.

Para Myryan Sylvia Sousa de Almeida, técnica em assuntos educacionais, a nova estrutura de dados, além de beneficiar as pesquisas dos acadêmicos assistidos pelo NAI, irá auxiliar a administração do Núcleo. “ A implantação da estrutura de dados facilita muito o trabalho administrativo e pedagógico, tendo em vista que o acesso à internet é essencial para serviços administrativos, além de favorecer as pesquisas dos acadêmicos. Também ajudará muito no trabalho de adaptação de material didático acessível, considerando que temos impressoras, digitalizador e leitor braille, que necessitam de internet para seu funcionamento”, disse Myryan.

O próximo local a ser atendido pelo projeto do NTI, para implantação de nova estrutura de dados, será o Campus Santana.

NTI PROMOVE TREINAMENTO DO MÓDULO SIGAA/BIBLIOTECA

IMG_3518

O Módulo Biblioteca integra o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e disponibiliza uma variedade de funcionalidades voltadas ao gerenciamento de funções bibliotecárias, sendo elas: administração, processos técnicos, aquisição, catalogação, circulação, informação e referência, intercâmbio, produções acadêmicas e relatórios.

O Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), como encarregado pela implantação do sistema, promoveu um encontro presencial entre a colaboradora da empresa contratada SIG Software & Consultoria, e os servidores da Biblioteca Central (BAC), para troca de informações e capacitação. O encontro ocorreu no período de 02 à 06 de Outubro, no laboratório de Informática da própria Biblioteca.

A Analista de Relacionamento da SIG Software, Alexsandra Santana dos Santos Melo, ressaltou a  importância do funcionamento do Módulo para a universidade. “Com a implantação do Módulo Biblioteca do SIGAA serão geradas inovações nos serviços prestados pela Biblioteca da Instituição, solucionando problemas como, por exemplo, o empréstimo inter-bibliotecas, que não ocorria, e a possibilidade de registrar interrupções em dias de feriados, o que beneficiará o usuário, pois os prazos de empréstimos serão recalculados. Além da possibilidade das bibliotecas dos Campi utilizarem o módulo de forma diferenciada, pois é possível configurar, por exemplo, políticas de empréstimos diferentes das da Biblioteca Central”, afirmou Alexsandra.

A Diretora da Biblioteca Central, Maria do Carmo Lima Marques, explica que o treinamento foi primordial para a melhoria na operacionalização do módulo, haja vista que haviam algumas dificuldades para manuseá-lo de forma completa. “A vinda da instrutora Alexsandra Santana, juntamente com o NTI, que viabilizou a capacitação, assegurou o aprendizado, além de sanar dúvidas existentes no módulo, repassando, de forma prática, formas para navegar no sistema, assim como na logística de inserir livros, periódicos e outros materiais, tornando assim o processo mais ágil”, disse Do Carmo.