0

Informação sobre estágio não-obrigatório (ATUALIZADO)

 

Caros Alunos,

Devido a suspensão das atividades acadêmicas e administrativas da Universidade, informamos que segundo orientações da PROGRAD informamos que houve alterações referente aos procedimentos para assinatura da documentação  de estágio não obrigatório.

A solicitação deverá ser encaminhada para o e-mail marcel@unifap.br (servidor lotado na PROGRAD, tel: 98133-2579), que assumirá temporariamente a assinatura no lugar da Direção do Departamento, sendo que será feito um agendamento para atendimento presencial na Universidade com intuito de assinar fisicamente os documentos.

Vale ressaltar que todos os pré requisitos continuam válidos, como as assinaturas que o termo de compromisso requer (do estagiário e concedente) , atestado de matrícula, e ainda, plano de estágio devidamente assinado (no caso de termo inicial) e relatório de estágio do período devidamente assinado no qual se desenvolveu o estágio (no caso de termo aditivo).

Atenciosamente,

0

Reunião do Conselho Departamental do DFCH com parlamentares

O Conselho Departamental do DFCH reuniu-se no dia 17.07.2020 pela manhã com o Senador Randolfe Rodrigues e o Deputado Camilo Capiberibe com o intuito de obter apoio na disponibilização de verbas orçamentária para subsidiar auxílio financeiro para os alunos dos cursos de graduação do Departamento em vulnerabilidade socioeconômica causada pela pandemia do COVID-19. O Senador Randolfe confirmou a disponibilização orçamentária no valor integral de 800 mil reais. O Deputado Camilo também se comprometeu e vai avaliar de quanto ainda dispõe para disponibilizar também. A Deputada Marcivânia Flexa pediu horário para reunir futuramente com o DFCH.

DFCH

0

Conheça o boletim de TV “Unifap Notícias” no Youtube

A UNIFAP também está no Youtube! Confira diariamente o boletim de TV “UNIFAP Notícias”, com informações sobre o dia a dia da Universidade e suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, além de entrevistas temáticas. A produção é da equipe da Assessoria Especial da Reitoria (ASSESP) e Escritório Modelo “UNIFAP Notícias”, com a coordenação do jornalista Kléber Soares e edição de Ingrid Borges, com as estagiárias de jornalismo, Mayra Carvalho, Letícia Amorim, Fernanda Miranda e Janaína Pelaes; na programação visual, Valber Pimenta, e supervisão, Prof. Dr. Paulo Giraldi.

Fonte da matéria original: LINK AQUI

0

Conheça Unifap no Ar Podcast

Boletim de Rádio produzido pela equipe da Assessoria Especial da Reitoria ASSESP e Escritório Modelo ‘Unifap Notícias’, da Universidade Federal do Amapá. Rádio Universitária 96.9 FM #Compartilhe #UnifapNoticias / Apresentação: Letícia Amorim, Addan Vieira e Iago Fonseca / Edição: Letícia Amorim e Iago Fonseca / Coordenação: Kleber Soares / Supervisão: Prof. Dr. Paulo Giraldi.

 

0

Nota sobre a Valorização da História

A VALORIZAÇÃO DA HISTÓRIA PELO CONGRESSO NACIONAL
(Presidentes Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, pautem e derrubem o veto n. 10)

Há décadas, a Anpuh (Associação Nacional de História) lidera a luta pela regulamentação da profissão de Historiador(a). Neste ano, após muitos embates, finalmente alcançamos o reconhecimento da nossa profissão pelo Parlamento Brasileiro. Foi aprovado o Projeto de Lei do Senado nº 368, de 2009 (nº 4.699/2012, na Câmara dos Deputados e devolvido ao Senado como SCD nº 3/2015) e enviado à sanção presidencial no dia 02 de abril de 2020. No dia 27 do mesmo mês, no entanto, era publicado no Diário Oficial da União, o veto integral por parte da Presidência da República.  Cientes de que há o predomínio do negacionismo histórico em amplos setores do atual governo, não foi surpresa esse posicionamento contra a História e os historiadores.
A sustentação do veto parte do equivocado argumento de que a regulamentação da profissão afetaria a liberdade de exercício profissional. Trata-se, obviamente, de algo falso e totalmente inaceitável. Como sabemos, outras profissões já foram regulamentadas, (como a de museólogo ou sociólogo) e isso não impede e tampouco nega o direito de outros profissionais discutirem, pensarem e escreverem sobre os museus ou a sociedade, como exemplos. Os regulamentos apenas obstam que pessoas sem a devida formação profissional exerçam funções específicas, exigidas para um Museólogo ou Sociólogo. É essa mesma valorização do Historiador que está presente na Lei, vetada pelo presidente.
O veto número 10 não se sustenta e foi dado contra os historiadores e a História por setores do governo que vivem de falseá-la e a nos atacar como profissionais. É preciso que ele seja derrubado pelo Congresso Nacional.
Nesse sentido, apelamos para as/os Parlamentares, especialmente aos Presidentes Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, para que ocorra a convocação de Sessão Conjunta do Senado e da Câmara para a apreciação do veto número 10 e para que tenhamos a sua derrubada. Assim, asseguraremos à História e aos Historiadores e Historiadoras a valorização que merecem, especialmente nesse momento tão crítico de nossa existência.
Os vetos, obviamente, têm um prazo regimental para sua apreciação, findo o qual passa a sobrestar a pauta. Assim, para além da importância da matéria, esse motivo regimental explicita que o veto precisa ir à votação. O veto 10 está sobrestando a pauta desde o dia 27 de maio de 2020, assim como vários outros vetos.
Por fim, estamos cientes das pesadas responsabilidades que recaem sobre as nossas casas legislativas federais em um momento tão grave, como este que atravessamos. Por isso, é fundamental apreciar os vetos e deixar a pauta totalmente livre. Não vamos parar a História, Presidentes Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia! A hora é essa; vamos votar e derrubar o veto 10! Pela História e pela valorização dos Historiadores e Historiadoras, pautem o veto 10 e liderem a derrubada dessa medida que é fruto do autoritarismo, da ignorância e do medo da História!

Conselho Departamental do DFCH

0

Web Reunião do Conselho Departamental do DFCH

No último dia 29 o Departamento de Filosofia e Ciências Humanas realizou a sua primeira reunião do Conselho Departamental no formato remoto através da ferramenta Google Meet. Com participação de todas as categorias que integram o Conselho (docentes, técnicos administrativos e discentes) foram deliberados vários pontos importantes para as demandas administrativas do Departamento no período de atividades remotas.

Tal uso desta ferramenta para reuniões online foi necessário devido a suspensão das atividades administrativas e pedagógicas da UNIFAP, e entendendo que muitas demandas precisam seguir o seu curso apesar do atual cenário, o DFCH aderiu ao uso do Google Meet para realizar suas reuniões com a comunidade acadêmica dando continuidade ao seu trabalho com a maior eficiência possível.

0

NOTA DE REPÚDIO

O Departamento de Filosofia e Ciências Humanas (DFCH) da Universidade Federal do Amapá vem a público apresentar a nota de repúdio contra o recente pronunciamento do Ministro da Educação em um infeliz ataque e desmerecimento da área das Ciências Humanas.

Entendemos que a sociedade é construída em sua plenitude por diversos ramos de conhecimento, sempre interligados e complementares, sendo todos eles importantes para o desenvolvimento intelectual como um todo. Não há profissionais mais importantes que outros, não há privilégios de segmentos perante outros, não importa o cenário social que a nação esteja enfrentando.

Precisamos sim desenvolver e fomentar a saúde, as tecnologias, as engenharias, mas isso não significa sacrificar o conhecimento dos filósofos, cientistas sociais, sociólogos, historiadores, geógrafos e demais áreas das Ciências Humanas. Não se trata aqui de política, e sim enfatizar o saber, o conhecimento, a reflexão,  o ensino, a aprendizagem, a intelectualidade, adjetivos esses que foram essenciais e indispensáveis para nos reconhecermos hoje como seres humanos desenvolvidos, sociais e pensantes.

 

 

Departamento de Filosofia e Ciências Humanas

0

Elaboração do E-book do DFCH (prazo prorrogado)

Senhores(as) Docentes e Alunos do DFCH,

Como já é de conhecimento o DFCH está organizando a produção de um e-book em parceria com a Editora Universitária,  e informamos que prorrogamos o prazo até o dia 30.06.2020 para sua manifestação de interesse e de antemão as informações quanto ao título do artigo, resumo (com palavras chaves) e nome do(s) autor(es). Após isso, até o dia 12.10.2020 solicitamos o envio do artigo final completo. Ambas solicitações devem ser enviadas para o e-mail dfchumanas@unifap.br usando o título E-BOOK DFCH anexando toda as informações aqui solicitadas.

Vale ressaltar que o projeto é apenas para docentes e alunos vinculados aos cursos de graduação do DFCH, mas podendo ter co-autoria com outros autores externos.

Segue novamente as normas para o artigo:

– Tamanho: até 20 laudas;
– Formatação: Times New Roman 12; espaço entrelinhas 1,5; notas de rodapé com fonte tamanho 10; Referências no fim do texto (regras ABNT – títulos em itálico);
– Apresentação: Título centralizado em caixa alta e negrito; nome do/s autor/es abaixo do título, alinhado à direita, com nota de rodapé contendo formação, vínculo, e-mail e demais dados (pesquisa, financiamento, etc).

Atenciosamente,

Direção do DFCH

0

NOTA DE REPÚDIO

O Departamento de Filosofia e Ciências Humanas (DFCH) da Universidade Federal do Amapá vem a público se manifestar firmemente contrário a exclusão das bolsas de iniciação científica CNPq para as Ciências Humanas, estabelecidos pelo Governo Federal e Ministério da Educação.

Tal ato é um claro ataque ao livre pensamento e ao desenvolvimento acadêmico universitário, limitando duramente as linhas de pensamento que poderão ser fomentadas. Por se tratar de uma decisão efetivada de forma arbitrária e sem nenhuma consulta à comunidade acadêmica, este Departamento Acadêmico da área de Ciências Humanas repudia essa decisão que acarretará danos cruéis para o desenvolvimento intelectual da sociedade.

Macapá-AP, 4 de maio de 2020.

Departamento de Filosofia e Ciências Humanas