Alunos de História são destaque em Seminário Internacional

A segunda edição do Seminário Internacional DYAGA foi de suma importância para a construção de novos conhecimentos por parte dos alunos de História do Campus Binacional.

Com o título, Dinâmicas de circulação de bens e pessoas e planejamento territorial na fronteira Guyano-Amapaense (DYAGA), o evento que ocorreu entre os dias 02 e 03 de dezembro possibilitou à comunidade acadêmica da fronteira norte do Brasil, um debate caro. Esta fronteira é marcada pela presença de diferentes fluxos que provocam um impacto territorial sobre a bacia do rio Oiapoque, gerando, por conseguinte, dinâmicas territoriais formais e informais que necessitam de compreensão teóricometodológica e também de ações de políticas públicas organizadoras do território, (Fonte: DYAGA).

Na oportunidade, docentes e discentes do curso de História do Binacional apresentaram os resultados obtidos ao longo do ano de 2019.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949 e acadêmicos do Binacional

Banner_seminário_DyagaOiapoque

 

Aula de Campo: Centro de Custódia do Oiapoque

Os alunos da disciplina Prática de Ensino de História Iv: Ênfase em História Medieval e Moderna, ministrada pelo o Prof. Dr. Dinaldo SILVA JÚNIOR, puderam ampliar seus conhecimentos com a Aula de Campo no Centro de Custódia do Oiapoque.

A partir das leituras dos textos de Ramón Gutiérrez Fortificaciones en Iberoamérica, e de Flávia Maíra de Araújo Gonçalves Cadeia e Correção: sistema prisional e população carcerária na cidade de São Paulo (1830-1890), os discentes conseguiram sistematizar o conteúdo apreendido no que se refere ao surgimento do sistema prisional no Brasil, e em especial, do Oiapoque.

Na oportunidade, agradecemos à Todxs que fazem o Sistema Prisional no Estado Amapá.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Docentes, discentes e gestoras(es) da UNIFAP participam de Colóquio Internacional na Universidade da Guiana.

Entre os dias 14 e 15 de novembro de 2019, docentes, discentes e gestores(as) da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) participaram do Colloque International Littérature, Patrimoine Culturel et Mémoire d’Amazoine. O evento reuniu pesquisadoras(es) de universidades do Brasil, França, Suriname, Guiana Francesa e Bénin (África).

O evento contou com uma organização institucional conjunta, envolvendo como eixo moderador das atividades pesquisadores(as) e estudantes da UNIFAP, UFPA, Universidade Anton de Kom (Suriname) e Université de Guyane (Coletividade Territorial da Guiana). Do lado brasileiro, docentes/discentes dos cursos de História, Letras, Licenciatura Intercultural Indígena, Arquitetura, entre outros, mostraram suas pesquisas em mesas temáticas específicas.

Representando o curso de História (Oiapoque), o professor e pesquisador Paulo Milhomens apresentou o trabalho Ethos da garimpagem na fronteira da Amazônia franco-brasileira – uma análise sociológica, parte de sua pesquisa doutoral em andamento na Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O encerramento do evento ocorreu na área de eventos do Hotel Amazônia em Cayenne com um cocktail para as(os) convidados(as).

Para conferir o que ocorreu na programação do evento, segue o link:

www.univ-guyane.fr/2019/11/colloque-litterature-patrimoine-culturel-et-memoire-d-amazonie/

Aula de Campo na Aldeia Indígena do Manga

No mês de outubro, o colegiado de História do Binacional consagrou a disciplina Prática de Ensino de História com ênfase em História das Prisões com a apresentação de trabalhos na comunidade tradicional Aldeia Indígena do Manga.

Os trabalhos foram apresentados pelos os acadêmicos do Curso de História oriundos das comunidades tradicionais, indígenas e afrodescendentes, e os demais acadêmicos. Além da presença do Coordenador do Projeto, o Prof. Dr. Dinaldo Silva Júnior, registramos a presença da Coordenação do Curso de História o Prof. MSc. Jonathan Viana e o Técnico João Pinheiro, do Cacique da Aldeia do Manga, José Elito dos Santos, dos Alunos, dos Professores e de Coordenadores da Escola Estadual Jorge Iaparra situada na própria Aldeia, além dos integrantes da Comunidade.

As temáticas abordadas foram: História das Prisões e as Comunidades Tradicionais, Elementos de Tortura e de Apreensão de membros das Comunidades Tradicionais ao longo da História do Brasil e os Aspectos Sócio-Culturais das Punições dentro das Comunidades Tradicionais exercidas por seus Membros, entre outras.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

Recebamos o mais novo Mestre do Binacional

Com o título A MOBILIDADE DE ESTRANGEIROS E SUA INFLUÊNCIA SOCIOECONÔMICA NA FRONTEIRA DO AMAPÁ (BRASIL) COM A GUIANA FRANCESA (FRANÇA), sob a orientação do Prof. Dr. Handerson Joseph, o Professor Jonathan Viana da Silva defendeu em forma de relatório sua dissertação sobre “Os deslocamentos transfronteiriços nas últimas décadas e que têm aumentado consideravelmente, motivados por diversos fatores, entre os quais fatores sociais, políticos, mas principalmente econômicos. Tais deslocamentos são mais presentes em cidades de faixa de fronteira, pois o custo desse tipo de mobilidade é relativamente baixo, devido à proximidade espacial facilitada pelo acesso terrestre ou, em alguns casos, com baixas dificuldades marítimas, como apenas a travessia de um rio. Ainda, o relatório técnico teve como objetivo investigar a maneira pela qual o deslocamento e a circulação de estrangeiros, principalmente os que residem na Guiana Francesa, influenciam na movimentação da economia da cidade de Oiapoque /AP”, destaca o mesmo.

Na composição da banca, estiveram os Professores Dr. Dinaldo Barbosa e a Dra. Carmentilla Martins.

O Ato que ocorreu no dia 19/09/2019 foi marcado pela a presença da Coordenação de História do Binacional a Profª. Evelanne Silva, representantes do Curso de Biologia do Binacional, discentes e docentes da UNIFAP, bem como, do discente do PPGEF o Prof. Edielson Silva.

O Campus Binacional, representado aqui pelo o curso de História do Binacional, dar as

boas-vindas ao novo Mestre.

 

CONVITE – DEFESA DE DISSERTAÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

INFORME (REVISTA HISTÓRIA & DEBATE).

Com intuito de contribuir com a promoção do trabalho de pesquisadoras e pesquisadores no campo da História e outras Ciências Sociais, está sendo criada a revista História & Debate, vinculada ao corpo docente do curso de História da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) e tendo membros(as) de outras IES em seu conselho editorial.

O periódico funcionará em fluxo contínuo para recebimento de artigos, resenhas de livros, entrevistas e ensaios a partir do mês de outubro, além da previsão do lançamento de seu primeiro dossiê temático sobre a Amazônia para o próximo semestre. Nesta etapa inicial, os trâmites legais referentes aos registros de ISBN e ISSN já está em andamento, o que tornará o processo de validação acadêmica junto a outras plataformas científicas (como SCIELO e ORCID).

Novidades em breve!

Atenciosamente,

Prof. Paulo Milhomens,

Editor-chefe.

www.historiaedebate.periodikos.com.br

Historiador e sociólogo Paulo Milhomens lança obra sobre xamanismo e jesuitismo na América Portuguesa.

O professor Paulo Milhomens (docente do curso de História da Universidade Federal do Amapá e Doutorando em Sociologia pela UFPB) acaba de lançar o livro Imaginário resiliente: ensaios sobre xamanismo, jesuitismo e América Portuguesa (2019) pela Mídia Gráfica & Editora (João Pessoa, Paraíba) e com parceria e divulgação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Resultado de uma pesquisa realizada na PUC-SP, o trabalho trata de forma interdisciplinar temas concernentes à História do Brasil, sobretudo, o período equivalente ao século XVI. O livro é composto por dois ensaios que tratam da Modernidade histórica e imaginária através do pensamento jesuítico (tanto na Península Ibérica como na América Portuguesa). Já primeiro ensaio discute de forma mais universal o pensamento arquetípico xamanista e a função sócio-histórica do mito.

O livro será lançado oficialmente em julho na UFPB e posteriormente em outras instituições como Universidade Federal Fluminense e Universidad de La República (Uruguay).

Livro disponível em:

www.drive.google.com/file/d/1QNf8kGi4ckMp3VFHAkISEZkwSZtdcf17/view

Bibliografia complementar disponível em:

www.cchla.ufrn.br/publicacoes/arche.pdf

 

 

 

 

 

 

 

CONVOCAÇÃO DISCENTE

A coordenação do curso de História – Campus Binacional Oiapoque convoca a todos os seus acadêmicos (turmas 2014.1 – 2014.2 & 2015), que estão com disciplinas pendentes de integralização em seu histórico acadêmico, para manifestar interesse em cursa-las nos semestres vindouros.

Para tanto, o acadêmico deverá dirigir-se à coordenação de História para assinar tal solicitação mediante Histórico Acadêmico em mãos.

Reforçamos que tal solicitação não garante ao aluno matrícula e/ou oferta de qualquer disciplina. Necessitando aguardar novas deliberações do colegiado que serão publicadas neste site e fixadas no mural de avisos do curso.

Prazo: 10  à  14 de junho de 2019.

Horário: 8 às 12 horas  /  15 às 18 horas

 

Atenciosamente,

Prof Jonathan Viana da Silva

COORDENADOR DO CURSO DE HISTÓRIA.
PORTARIA Nº 814/2018
 

2ª Semana de Ciências Sociais e Sociologia do Marco Zero

A 2ª Semana de Ciências Sociais e Sociologia com o tema Gênero: políticas públicas e movimentos sociais que ocorreu de 20 a 24 de maio.

Com temáticas que envolveram Povos tradicionais e comunidades étnicas do Amapá: possibilidades e abordagens na pesquisa social; Laços de sociabilidade LGBTQ+ no ambiente acadêmico; e Feminismo contemporâneo na perspectiva das mídias e dos movimentos sociais, a comunidade acadêmica pode debater com entusiasmo questões caras da sociedade contemporânea.

Representando o curso de História do Campus Binacional, o Prof. Dr. Dinaldo Barbosa, destaca que a cada dia a integração entre as unidades da UNIFAP consolidam as parcerias e os projetos de ensino, pesquisa e extensão.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

Mais duas alegrias para o nosso Oiapoque!

Com o título Aspectos históricos da violência contra a mulher na fronteira franco-brasileira: uma breve análise do município do Oiapoque, as alunas Biatriz Oliveira e Josilene Gusmão alcançaram o grau de Licenciadas em História do Campus Binacional.

A banca formada pelos os Professores Dinaldo Barbosa (Orientador), Carmentilla Martins (Avaliadora Externa) e Jonathan Viana (Avaliador Interno), oficializaram o ato que transcorreu na maior normalidade no dia 24 de maio de 2019 no auditório da Biblioteca Central do Campus Marco Zero.

Que venham mais graduados em História.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949