Objetivos

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (PPGCF), em nível de Mestrado Acadêmico, da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), tem por objetivos promover a capacitação docente, a formação de pesquisadores e o aprimoramento técnico-científico de profissionais que exerçam atividades inerentes às ciências farmacêuticas, bem como estimular a produção de novos conhecimentos nas áreas de abrangência do curso.

– Tendo como objetivos gerais:
a) Formar recursos humanos em nível de Mestrado na área de Ciências Farmacêuticas;
b) Desenvolver mecanismos organizacionais que possibilitem um relacionamento eficaz com o meio industrial e acadêmico-científico do país, notadamente na área de Ciências Farmacêuticas;
c) Estabelecer parcerias entre Universidade e sociedade para a aplicação dos conhecimentos científicos adquiridos na pós-graduação e transformação da realidade;
d) Contribuir para a melhoria do ensino de graduação, através de uma interação efetiva do Programa de Pós-graduação com os Cursos de Graduação da UNIFAP;
e) Contribuir para ampliar a produção técnico-científica no âmbito das Ciências Farmacêuticas dentro do Estado e da região amazônica;
f) Ampliar o quadro de oportunidades para profissionais acadêmico-científicos dotados de iniciativa própria, com capacidade crítica e alta qualificação científica;
g) Desenvolver, através das características especiais deste Curso, a interdisciplinaridade dentro da área farmacêutica, como instrumento de crescimento e amadurecimento científico;
h) Promover a iniciativa empreendedora dos recursos humanos, como resultado da qualidade da produção técnico-científica.

– Tendo como objetivos específicos:
a) Promover a formação de recursos humanos especializados na área de pesquisa de substâncias ativas e terapêuticas de fontes naturais (vegetal, animal e microbiana) e sintéticas;
b) Desenvolver pesquisas na área de fitoterápicos, de síntese de fármacos e de insumos farmacêuticos (vacinas, métodos diagnósticos e medicamentos);
c) Colaborar para a melhoria da qualidade da saúde da população, através da rigorosa avaliação dos métodos de produção e da qualidade dos medicamentos e especialidades farmacêuticas;
d) Realizar pesquisas direcionadas pelo interesse regional no desenvolvimento de terapêuticas para doenças tropicais, emergentes e de alta incidência no estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*