Educação, Inclusão e Fronteira: Assembleia dos Povos Indígenas

Representando o Colegiado de História do Campus Binacional, a Professora Evelanne Alves participou da XXVII Assembleia de Avaliação dos Povos Indígenas do Oiapoque.

Tal ação, ocorreu durante os dias 21 à 25 de março na Aldeia Kumarumã no território indígena Uaça. Os principais pontos postos em discussão foram a avalição e planejamento das ações de Educação, Saúde, Cultura e Energia das Comunidades Indígenas do Oiapoque no ano de 2018 com vistas no ano de 2019.

Segundo a Professora Evelanne, a presença da UNIFAP foi de suma importância pois destaca o papel da Universidade no que tange uma Educação para a Inclusão, Cidadã e de Dignidade Humana”.

O Colegiado de História parabeniza a ação da Professora Evelanne, bem como, apoia todas as ações que valorizem a Identidade, o Exercício da Cidadania e os Direitos Humanos.

 

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949 e da Professora Me. Evelanne Samara Alves da Silva.

 

 

Educação para Inclusão: O Ensino de Braille

A disciplina Educação Inclusiva de Pessoas com Deficiência, ministrada pelo o Professor Dr. Dinaldo Barbosa foi prestigiada através de uma palestra sobre O Ensino de Braille, por um dos maiores revisores de Braille da região norte do País, o Professor Agerdânio Andrade de Souza que é atualmente Revisor de Texto Braille, Transcritor e Ledor Braille (Curso do INEP, 2017). O mesmo tem experiência na área de Química, com ênfase no Desenvolvimento de Material didático de Estruturas Orgânicas para Alunos Deficientes Visuais (Trabalhos de destaque: Inclusão Escolar de Deficientes Físicos: Estudo de Caso de Pessoas com Osteogênese Imperfeita; Adaptação da Tabela Periódica em Braille: Uma Nova Perspectiva do Ensino de Química). A palestra contou também com a presença do Coordenador do Curso de História Jonathan Viana, do Professor do Curso de Direito Alexandre Marcondys e dos acadêmicos de História das Turmas 2015.2 e 2018.2.

Essa atividade é uma prévia do evento intitulado 1º Debate Universitário de Educação para a Inclusão de Pessoas com Deficiência que será realizado no dia 11/03/2019, 10h, no auditório do Fórum de Oiapoque.

Com o Tema Construção de Identidade, Exercício da Cidadania e Dignidade Humana, o 1º Debate objetiva inserir o município do Oiapoque nas principais discussões do país no que se refere ao “Ajuste da sociedade Oiapoquense de forma a torná-la acolhedora e responsiva às necessidades de todos e de cada um dos cidadãos”, destaca o Professor Dinaldo Barbosa.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

 

 

 

Indignação.

O Colegiado de História vem registrar sua indignação quanto à agressão ocorrida com a profª Márcia Gomes no dia 11 de novembro do corrente ano que culminou com a fratura femural da referida docente em plena luz do dia provocada por uma desconhecida. Os professores Dinaldo Barbosa e Luiz Gustavo ressaltam que estão muito insatisfeitos com a falta de segurança nas ruas do município e registram sua transtornação com a violência gratuita cada vez mais natural no país. Até às 18h00 do dia 12 de novembro,  a professora ainda aguardava remoção para Macapá para receber procedimentos cirúrgicos.

Reunião ordinária colegiada de História.

O brioso colegiado de História  reuniu-se em clima fraterno no dia 08 de novembro para sua última reunião ordinária de 2018. Estavam presentes os representantes discentes Graciliano, Elinaldo, Elinelma e os professores mestres Alexandre Amaral, Evelanne, Luiz Gustavo; a doutora Márcia Gomes e o coordenador do curso, profº Espec. Jonathan Viana, onde foram tratados assunto do interesse do colegiado como a previsão da oferta das disciplinas 2018.1 além de outras questões de interesse de acadêmicos e dos decentes presentes.

20181108_092055[1]

Reunião com a reitoria.

20181105_123808[1]No dia 05 de novembro de 2018 os professores Mestre Luiz Gustavo e Doutor Dinaldo Barbosa foram recebidos pela reitor Júlio Sá e pela vice-reitora, professora Nazaré, pelo período matutino em reunião na qual os docentes expuseram em nome do colegiado de História os problemas de suas atividades laborais em Oiapoque bem como o sério problema de demanda e evasão que o curso vem sofrendo. Outras questões de relevância sobre as dificuldades materiais que o curso vem passando desde 2014 foram apresentadas. A reitoria se mostrou sensível e já ciente das questões levantadas se prontificando a dar solução aos problemas explanados.

Palestra “As Fortificações do Amapá Colonial: Contexto e Historiografia.

No dia 06 de novembro de 2018 o professor mestre Luiz Gustavo da Silva Costa, ministrou na sala D3, bloco B do Campus Binacional a palestra intitulada “As Fortificações do Amapá Colonial: Contexto e Historiografia”. Na ocasião estiveram presentes a profª Drª Márcia Gomes (vice-coordenador do curso de História) e o prof. Espec. Jontahan Viana (Coordenador do curso de História e mediador da palestra) além dos alunos das 04 turmas do curso de História bem como de outros cursos do campus e do IFAP/Oiapoque. Gostaríamos de agradecer aos presentes e à comissão organizadora pelo sucesso do evento. O professor Jonathan elogiou e evento e sua organização dando ênfase a importância da pesquisa acadêmica bem como sua extensão ao público acadêmico.

IMG-20181107-WA0013[1]

IMG-20181107-WA0021[1]

IMG-20181107-WA0026[1]

IMG-20181107-WA0028[2]

IMG-20181107-WA0010[1]

IMG-20181106-WA0073[1]

Convite para palestra.

O Colegiado de História do campus Binacional convida à comunidade acadêmica a participar da palestra intitulada “As Fortificações do Amapá Colonial – Contexto e Historiografia”, ministrada pelo profº. Me. Luiz Gustavo da Silva Costa. O intermediador será o prof. Jonathan Vianna, coordenador do curso de História e aluno do Mestrado em Fronteira da Unifap.
Local: Sala D3 bloco D do campus Binacional.
Data: 06 de novembro de 2018.
Hora: 19h00.

Temas abordados:
• Ocupação europeia no Amapá colonial.
• Fortificações europeias na Amazônia.
• Historiografia das fortificações.
Informações:
proflg@oi.com.br
(96) 991139503.
Inscrições gratuitas com direito a certificado.

Reunião sobre ações de Ensino, Pesquisa e Extensão em 2019

No dia 29/10, ocorreu a primeira reunião da Comissão de Construção da Proposta de Oferta Diferenciada de Ações de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus Binacional para o período letivo de 2019. Estiveram reunidos os membros os Professores Dinaldo Silva Júnior, Lise Maria Mendes, Luzilene Alves, Maria Janaína Alves, bem como, a Direção do Campus na pessoa do Prof Francisco Otávio e secretariando os trabalhos Tayane dos Anjos.20181029_165456

 

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

Fundamentos do Trabalho Científico: a Guiana Francesa em Perspectiva

A disciplina Fundamentos do Trabalho Científico ministrada pelo o Professor Dr. Dinaldo Silva Júnior, foi agraciada com a Palestra Guiana Francesa: uma breve análise sobre sua formação Histórica e Geográfica proferida pelo Doutor Stéphane Granger (Possui doutorado em geografia – Université Sorbonne Nouvelle – Paris 3 (2012). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia política e História das Guianas. Mestrado de planejamento urbano pela universidade de Paris 10-Nanterre (1987). Professor de história e geografia na Guiana Francesa desde 1997, professor convidado no Instituto de Estudos Superiores da Guiana francesa (IESG/Universidade das Antilhas e da Guiana 2002-2011), e na Universidade da Guiana francesa 2014 e 2016. Leitor de francês no Centro de Estudos do Pessoal (CEP) e na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), Rio de Janeiro, (1988-1990))

Na oportunidade, registramos a presença do Professor Alexandre Marcondys Ribeiro Portilho e da Professora Daniele Cristine Silva Barreto, ambos do colegiado de Direito do Binacional, e da Professora Carmentilla das Chagas Martins do COHIS do Marco Zero.

Atividades como esta, possibilitam uma integração regional e acadêmica, além de aproximar os acadêmicos do Campus Binacional aos vários ramos da ciência, destacou a Professor Dinaldo.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949

20181020_153130 20181020_153136 20181020_153145 20181020_160011 20181020_160120-1

Reunião do Colegiado de História: Outubro de 2018

20181018_172649No dia 18 de outubro as 17h, professores do Colegiado de História do Binacional, se reuniram extraordinariamente para tratar questões importantes do corrente ano e planejar o semestre 2019.1.

Temas como: Informes sobre as atividades de ensino e extensão dos docentes; Participação em eventos por parte dos Professores; Indicação de Membros para a Comissão do Projeto de Oferta de Disciplina de 2019.1; Aprovação de Organização de Disciplinas, entre outros, foram a pauta da reunião que durou até as 20h.

Seguindo o Princípio da Publicidade, sendo dever de divulgação oficial dos atos administrativos, no livre acesso dos indivíduos à informações de seu interesse e de transparência na atuação administrativa. Como os agentes públicos atuam na defesa dos interesses da coletividade, a proibição de condutas sigilosas e atos secretos é um corolário da natureza funcional de suas atividades.  Portanto, a publicidade dos atos administrativos constitui medida voltada a exteriorizar a vontade da Administração Pública divulgando seu conteúdo para conhecimento público; tornar exigível o conteúdo do ato; desencadear a produção de efeitos do ato administrativo; e permitir o controle de legalidade do comportamento (Fontes: Artigo 5º, XXXIII, XXXIV, LXXII, da Constituição Federal; DireitoNet). Bem como, o Regimento Interno deste curso, é prática contínua do COHIS, promover reuniões ordinárias e extraordinárias mensalmente.

* Texto e Imagens: Professor Dr. Dinaldo Barbosa da Silva Júnior SIAPE 2190949