0

Extensão Ciências Biológicas 2019 – Certificados

Uma das mais importantes atividades extra-classe da Universidade Pública é a Extensão, juntamente com a Pesquisa e o Ensino, ela forma o chamado tripé educacional. Nesse sentido, no ano de 2019, estão sendo desenvolvidos dois projetos de extensão que objetivam levar conhecimento científico a alunos de escolas públicas de ensino fundamental e médio, através de atividades expositivas, demonstrativas e práticas, tendo como monitores 26 acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas Licenciatura e Bacharelado. As ações tiveram início em Abril e finalizarão em Dezembro do corrente ano, entre capacitação dos discentes, elaboração de material expositivo e realização de mostras itinerantes nos municípios de Macapá, Santana, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio.

Paleontologia e Zoologia

O Projeto “A Paleontologia e a Zoologia:Divulgando o conhecimento nas escolas”, coordenado pela Professora Dr. Andrea Soares de Araújo, está registrado sob o código PJ047-2019, visa socializar o conhecimento Paleontológico e Zoológico obtido pelos Acadêmicos nos Laboratórios de Paleontologia e Zoologia de Vertebrados com rede pública de ensino, oportunizando aos discentes experiência prática e contribuindo com a dinamização do processo ensino-aprendizagem, através de um trabalho cooperativo com os alunos participantes em atividades de montagem de réplicas de fósseis, vestígios, insetos e demais classes de vertebrados peixes, anfíbios, repteis, aves e mamíferos, assim como montagem de jogos, e outros tipos de atividades que estimulem o interesse pela Paleontologia e Zoologia.

Certificados Paleontologia 2019 – Clique aqui

Herpetologia

O Professor Dr. Carlos Eduardo Costa de Campos coordena o projeto de extensão “Os Anfíbios vão à escola : do conhecimento à conservação”, registrado sob o código PJ056-2019, que objetiva despertar o interesse dos alunos do Ensino Fundamental e Médio pela conservação dos anfíbios, mostrando por meio de  atividades educacionais a importância deste grupo ao meio ambiente, e como estes animais sofrem diferentes impactos decorrentes das atividades humanas, com a utilização de um banco de dados visuais e acústicos sobre as espécies com ocorrência no estado do Amapá e de informações sobre a sua biologia, ecologia e distribuição e, com o auxílio do material didático da Coleção Herpetológica da Universidade Federal do Amapá.

Certificados Herpetologia – Clique aqui

0

Projeto de extensão Paleontologia Vai á Escola 2018 – Certificados

O curso de Ciências Biológicas disponibiliza os certificados dos monitores participantes do projeto de extensão Paleontologia Vai à Escola, registrado sob o nº: PJ035-2017, coordenado pela Prof. Dr. Andrea Soares de Araújo. A iniciativa visou promover o aprendizado da paleontologia, diferenciando suas eras e períodos de grande importância e também a evolução animal através do tempo, a alunos do ensino fundamental das escolas da rede pública de Macapá, E. E. Coelho Neto e  E. E. Maria de Nazaré Vasconcelos, no período de janeiro a outubro de 2018, de forma lúdica, através da realização de feira com jogo educativos, palestras e oficinas.

Certificado de Paleontologia

0

Feira de Ciências 2016

FOLDER1

O Projeto Sesc Ciência procura demonstrar os fenômenos da natureza, suas implicações no cotidiano e suas bases científicas, assim como as realizações do homem no campo científico e tecnológico. A partir da observação, do contato com os fenômenos e da exploração dos experimentos, os fenômenos científicos são desmitificados, despertando no estudante a curiosidade e a capacidade de refletir com maior propriedade sobre as questões científicas. Possibilitando assim, popularizar e desmistifica-lo, aproximando, o público estudantil de uma compreensão mais racional dos fenômenos físicos da natureza.

Acesse folder completo e pdf –FEIRA CIENCIAS

A realização de Feiras de Ciências em uma escola ou comunidade traz benefícios para alunos e professores e mudanças positivas no trabalho em ciências.

 

PROGRAMAÇÃO

Solenidade de Abertura

28/06/2016 – Horário: 14h –

Exposição dos Trabalhos

Local: SESC ARAXA

Horário: 14:30h as 17:00h

 Escolas Participantes:

1-           Escola Estadual Maria Carmelita do Carmo;

2-           Escola Estadual Zolito Nunes;

3-           Escola Estadual Cecília Pinto;

4-           Escola Estadual Irmã Santina Rioli;

5-           Escola Estadual Azevedo Costa;

6-           Escola Estadual Coelho Neto;

7-           Escola Estadual Maria de Nazaré Vasconcelos;

8-           Colégio Santa Bartolomea Capitânio.

EQUIPE

Coordenação (1): Profa. Andréa Soares de Araújo.

Coordenação (2): Profa. Ledayane Mayana Costa Barbosa.

Apoio:

Prof. Wegliane Campelo da Silva Aparício / Prof. Raimundo Nonato Picanço Souto / Prof. Carlos Eduardo Costa Campos. Técnico: Huann Carlo Gentil Vasconcelos / Nara Braga.

Mediadores:

Identificação dos participantes da equipe SESC

Maria Nazaré Costa – Coordenadora de Educação;

Aldeni Araújo De Almeida – Químico;

Yan Carlos R. Brito – Químico

Paézio Augusto Carvalho De Oliveira – Físico

0

II Feira de Ciências Biológicas

LOGO

A Coordenação do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amapá realizará a II Feira de Ciências Biológicas com o Tema Central Conservação da Natureza, e em conjunto com as Escolas de Ensino fundamental médio e técnico da rede pública e Particular de Macapá desenvolverá trabalhos para a Feira de Ciências.

Este ano o objetivo da II Feira de Ciências Biológicas é incentivar a atividade científica para a construção do conhecimento através do planejamento e execução de projetos investigatórios relacionados com a Conservação da Natureza.

Entende-se como Conservação da Natureza o manejo do uso humano da natureza, compreendendo a preservação, a manutenção, a utilização sustentável, a restauração e a recuperação do ambiente natural, para que possa produzir o maior benefício, em bases sustentáveis, às atuais gerações, mantendo seu potencial de satisfazer as necessidades e aspirações das gerações futuras, e garantindo a sobrevivência dos seres vivos em geral (BRASIL, 2000), e como Sub-temas, teremos:

  1. Conservação da flora: manejo dos ecossistemas do Estado do Amapá;
  1. Conservação da fauna: manejo das espécies animais ameaçadas de extinção;
  1. Conservação do patrimônio histórico-cultural: entende-se pelo conjunto de bens materiais e/ou imateriais, que contam a história-cultura do amapaense povo através de seus costumes, comidas típicas, religiões, lendas, cantos, danças, linguagem superstições, rituais, festas, e principalmente os sítios arqueológicos;
  1. Relação entre Economia e Conservação da Natureza – valoração dos serviços ambientais: abrange as condições e os processos pelos quais os ecossistemas sustentam a vida humana, e sua valoração econômica;
  1. Conservação e Sociedade – as relações Homem x Natureza: classificação das relações existentes na sociedade moderna no contexto histórico da humanidade.

Os trabalhos que forem selecionados para participarem da Feira de Ciências serão avaliados de acordo com o sistema de pontuação utilizado pela Feira Científica Internacional. Para o julgamento dos trabalhos será formada uma comissão por docentes do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amapá e os alunos da equipe vencedora receberão do CNPq uma bolsa de iniciação científica Junior e certificado.

Caixa de TextoImagem

 Cronograma do Projeto Feira de Ciências 

Imagem

 Coordenação da Feira: Profa Dra. Andréa Araujo e Profa MSc. Ledayane Mayana Costa

0

Faunística e Bioecologia de Culicideos

Acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas realizaram na segunda e terça-feira (16 e 17.03) sob a orientação da Profa. MSc. Ledayane M. C. Barbosa, atividades de campo referentes aos seus projetos de Iniciação Cientifica. As pesquisas estão sendo desenvolvidas no Pólo Hortifrutigranjeiro, localizado no Distrito de Fazendinha.

1º Dia de Coleta - nº 03

Profa. MSc. Ledayane M. C. Barbosa, atividades de campo referentes

Os trabalhos dos acadêmicos estão vinculados aos projetos coordenados pela Profa. Ledayane Barbosa, intitulados “Faunística e Bioecologia de Culicideos (Diptera: Culicidae) no estado do Amapá, Brasil” e “Levantamento da Artropodofauna do estado do Amapá, Brasil.

Atividades de campo

Armadilhas do tipo CDC

Para a coleta dos mosquitos foram utilizadas armadilhas luminosas do tipo CDC e busca ativa, enquanto para o levantamento da fauna de solo foram utilizadas armadilhas do tipo “Pitfalls traps”, além da utilização do extrator de Berlese para a analise de serrapilheira.

DSC04036

armadilhas do tipo “Pitfalls traps”

Estudos sobre o conhecimento da fauna de culicideos auxiliam na elucidação da importância epidemiológica das espécies mais comuns contribuindo na prevenção de possíveis epidemias e no controle da transmissão de arbovírus endêmicos nas regiões estudadas. Enquanto realizar um inventário da artropodofauna de solo disponibiliza conhecimento dos grupos ocorrentes fornecendo subsídios para outros estudos.

20150317_093905

0

Herpetolab no Ariri

Herpetologia no Ariri

Herpetologia no Ariri

Acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amapá iniciam pesquisa no Distrito do Ariri sobre vertebrados (anfíbios, répteis, aves e mamíferos). O inventário tem como objetivo registrar as espécies que utilizam as áreas de Floresta de Terra Firme, Floresta de Várzea e Savana amazônica fornecendo informações sobre História Natural. O projeto terá duração de 1 ano e as coletas serão realizadas mensalmente com duração de 4 dias consecutivos.

DSC02232

Professor Responsável Carlos Eduardo do laboratório de Herpetologia

0

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

DSC_0686No dia 24 de fevereiro passado integrantes do Laboratório de Zoologia de Invertebrados – LABINVERT – empreenderam a 2a Expedição Técnica/Científica ao Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, onde continuaram os trabalhos relativos ao monitoramento da biodiversidade de invertebrados aquáticos, como uma das metodologias de avaliação da manutenção da biodiversidade do Parque.

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

Desta vez, foram 2 novos acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas da turma de 2014 além de uma acadêmica da turma de 2012 que participou da 1a expedição.

Na oportunidade foram explorados novos ambientes aquáticos, antes não visitados, bem como todos tiveram a oportunidade de observar o grande aumento do volume hídrico dos corpos d’água visitados, bem como dos rios Amapari e São Felício, que se cruzam na frente do Centro Rústico de Vivência – CRV – devido às fortes chuvas

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

2ª Expedição Tumucumaque, LABINVERT

0

Decifrando A Biodiversidade em exposição

Decifrando A Biodiversidade: Estratégias didático-pedadógicas para o ensino de ciências e biologia a partir do Plano de Manejo do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque”, sob a coordenação da Profa. MSc. Cristiane R. Menezes estará participando da Feira de Profissões do Shopping Amapá Garden dia 17 de outubro, sexta-feira.A equipe do projeto estará representando os Curso de Licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas.