Ações Afirmativas no Campus Binacional de Oiapoque

AÇÕES AFIRMATIVAS NO CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE/UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ (UNIFAP) PARA A PERMANÊNCIA DE ESTUDANTES INDÍGENAS E QUILOMBOLAS ORIUNDOS DO PROCESSO SELETIVO EXTRAORDINÁRIO 2018 (PSEIQ/2018)

Registro Extensão: n.º PJ 096-2018

Resumo: Este Projeto de Extensão consiste numa experiência “piloto” no âmbito das ações afirmativas na Universidade Federal do Amapá e, sobretudo, no Campus Binacional Oiapoque, direcionada a desenvolver atividades pedagógicas e acadêmicas para a promoção da permanência dos estudantes indígenas e quilombolas aprovados no Processo Seletivo Extraordinário para Indígenas e Quilombolas (PSEIQ) de 2018. As ações deste Projeto “piloto” transcorrerão pelo período de 18 meses, a contar de janeiro de 2019 a junho de 2020, e visam ofertar aos estudantes, que ingressaram pela modalidade de “reservas de vagas” no referido Processo Seletivo, Cursos diversos e interdisciplinares de 40 h/a cada, que subsidiem conhecimentos de Língua portuguesa, com ênfase em leitura, escrita e interpretação de textos, conhecimentos básicos de Matemática e raciocínio lógico e conhecimentos acadêmicos interdisciplinares pertinentes ao desenvolvimento pleno em suas áreas de estudo. Além da promoção de Cursos diversos e interdisciplinares aos estudantes, o Projeto prevê também a construção de diagnóstico sobre os estudantes ingressantes pela “reserva de vagas” e de instrumentos de acompanhamento ao desenvolvimento destes. Ao longo desse processo serão realizadas reuniões individuais e/ou coletivas e, de forma mais abrangente, construtiva e dialogada. Os resultados esperados pelo projeto “piloto” de extensão fornecerão a Universidade uma experiência empírica de “política de permanência” das ações afirmativas que pondera sobre seus pontos exitosos e nevrálgicos, ao mesmo tempo em que contribuiu para a diminuição da evasão acadêmica nos cursos de graduação. Tais resultados permitem perspectivar e subsidiar outras experiências de ações afirmativas para a permanência enquanto políticas institucionais para toda a UNIFAP.

Integrantes: Elissandra Barros da Silva – coordenador / Carina Santos de Almeida – vice-coordenador / Jefferson Martins – colaborador / Renan Vieira – colaborador.